Busca avançada
Ano de início
Entree

Sistema de suporte à decisão para anestesistas através da monitoração do nível de consciência, de bloqueio neuromuscular e de nocicepção, utilizando fusão de dados e inteligência artificial

Processo: 17/22815-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de maio de 2019 - 31 de janeiro de 2020
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Elétrica - Medidas Elétricas, Magnéticas e Eletrônicas, Instrumentação
Pesquisador responsável:Bruno Bestle Turrin
Beneficiário:Bruno Bestle Turrin
Empresa:Serenity Now Pesquisa e Desenvolvimento Ltda
CNAE: Fabricação de aparelhos e equipamentos de medida, teste e controle
Fabricação de equipamentos e aparelhos elétricos não especificados anteriormente
Município: São Paulo
Assunto(s):Controle  Inteligência artificial 

Resumo

O processo de anestesia balanceada contém três partes principais: o controle da hipnose, da analgesia e do bloqueio neuromuscular. Para a fase de indução, o anestesista executa os protocolos baseados no planejamento prévio específico para cada paciente e, normalmente, executa estes controles mencionados monitorando os sinais vitais clássicos e outros sinais clínicos para a fase de manutenção. De certa maneira, este profissional é o controlador em um sistema de controle que atua sobre a planta (o paciente) através da infusão de fármacos hipnóticos, analgésicos e bloqueadores neuromusculares. Além disto, o anestesista estima o estado de consciência, o nível de analgesia e o nível de bloqueio neuromuscular através de outras medidas indiretas, assim como um observador de estados.Existem diferentes técnicas para a monitoração direta destas três variáveis da anestesia (DoA, NMB e NoL), como por exemplo o BIS e o Narcotrend, porém todos apresentam algumas desvantagens, principalmente quando o processo e anestesia combina diferentes fármacos.Este trabalho propõem uma nova maneira de avaliar o DoA, o NMB e o NoL, utilizando de técnicas de fusão de dados para combinar os sinais clínicos clássicos com técnicas avançadas de monitoração do EEG, para prover um sistema de apoio a decisão para o anestesista. (AU)