Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação dos efeitos das propriedades do solo, serapilheira e estrutura de florestas ripárias nas taxas de decomposição foliar

Processo: 18/21913-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de maio de 2019 - 31 de dezembro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia de Ecossistemas
Pesquisador responsável:Marcel Okamoto Tanaka
Beneficiário:Marcel Okamoto Tanaka
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Pesq. associados: Andréa Lúcia Teixeira de Souza ; Geertje Franciska Veen
Assunto(s):Propriedades do solo  Microbiologia do solo  Serrapilheira  Fertilidade do solo  Decomposição  Ecossistemas terrestres  Monitoramento 

Resumo

Florestas ripárias provêm importantes bens e serviços ambientais, sendo de grande importância ecológica para as bacias hidrográficas, mas estas florestas vêm sendo rapidamente desmatadas e degradadas. O monitoramento das funções ecossistêmicas de florestas ripárias em diferentes estados de conservação é importante para determinar estratégias adequadas de manejo. A ciclagem de nutrientes e fixação de carbono são funções importantes destas florestas, e são fortemente influenciadas pelas taxas de decomposição da matéria orgânica, especialmente da serapilheira. O processo de decomposição da serapilheira é complexo, envolvendo interações entre as características físicas, químicas e biológicas do solo, características químicas da serapilheira, estrutura da vegetação local e variação climática. Neste projeto, serão avaliadas experimentalmente, em campo e em casa de vegetação, como algumas destas interações influenciam as taxas de decomposição da matéria orgânica. Os experimentos de campo serão realizados numa cronossequência de florestas ripárias em restauração com diferentes idades, incluindo também três remanescentes e três áreas desmatadas como controles, para avaliar se diferenças conjuntas na estrutura da vegetação, fertilidade de solos e características químicas da serapilheira influenciam as taxas de decomposição. Num segundo experimento, serão avaliadas se diferenças na fertilidade de solos e características químicas da serapilheira influenciam as comunidades microbianas de forma a desenvolver vantagem do campo doméstico (Home Field Advantage), uma teoria que propõe que a adaptação local das comunidades microbianas pode acelerar a decomposição da serapilheira produzida no local, em comparação com serapilheira produzida em diferentes locais. O terceiro experimento visa avaliar se diferenças na fertilidade de solos influenciam as taxas de decomposição, independentemente da estrutura da vegetação. Os resultados destes experimentos permitirão avaliar se as interações entre a diversidade funcional de florestas ripárias e das propriedades do solo influenciam as taxas de decomposição, possibilitando o desenvolvimento de indicadores apropriados para o monitoramento destas funções ecossistêmicas. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE GODOY FERNANDES, PEDRO HENRIQUE; DE SOUZA, ANDREA LUCIA TEIXEIRA; TANAKA, MARCEL OKAMOTO; SEBASTIANI, RENATA. Decomposition and stabilization of organic matter in an old-growth tropical riparian forest: effects of soil properties and vegetation structure. FOREST ECOSYSTEMS, v. 8, n. 1 DEC 9 2021. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.