Busca avançada
Ano de início
Entree

Exposômica aplicada ao perfil de metabólitos e compostos obesogênicos na urina de pré-púberes não saudáveis

Processo: 18/23953-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de maio de 2019 - 30 de abril de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Lilian Caroline Gonçalves de Oliveira
Beneficiário:Lilian Caroline Gonçalves de Oliveira
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Dulce Elena Casarini ; Fernando Barbosa Júnior ; José Geraldo Mill
Bolsa(s) vinculada(s):19/16955-6 - Técnicas aplicadas ao perfil de metabólitos e compostos obesogênicos em amostras de urina, BP.TT
Assunto(s):Nefrologia  Obesidade pediátrica  Síndrome metabólica  Metabolômica  Exposômica  Espectrometria de massas  Crianças 

Resumo

A obesidade é uma doença multifatorial responsável por diversos quadros patológicos que aumentam a taxa de mortalidade. A síndrome metabólica e os distúrbios do metabolismo de lipídios e glicose são doenças comumente presentes em indivíduos com sobrepeso, e as consequências físicas, sociais, psicológicas e econômicas atreladas à obesidade fazem com que este seja um problema de saúde pública. Alguns estudos avaliaram as alterações de metabólitos presentes na urina de indivíduos obesos, no entanto, não há relatos na literatura sobre a alteração de ácidos orgânicos e aminoácidos na urina de pré-púberes obesos brasileiros. Além disso, sabe-se da contribuição de fatores comportamentais, como estilo de vida e os hábitos alimentares para o desenvolvimento da obesidade e da qualidade de vida. Estudos no campo da exposômica reforça essa noção de forma a permitir a obtenção de informações sobre as conexões entre pontos de exposição a determinadas substancias e o risco de resultados adversos ao organismo, que podem vir a desencadear doenças crônicas. A busca por um biomarcador que indique o desenvolvimento de síndrome metabólica é importante em uma população que ainda não atingiu a fase reprodutiva, pois permite o bloqueio da evolução da síndrome a partir de medidas que estimulem hábitos mais saudáveis, antes da necessidade de terapia medicamentosa. Com este projeto pretende-se analisar amostras de urina, através do estudo comparativo de metabólitos, disruptores endócrinos obesogênicos, nutrientes inorgânicos e metais por técnicas de espectrometria de massas, de indivíduos pré-puberes saudáveis, obesos e/ou com distúrbios metabólicos em busca de marcadores bioquímicos, para diagnóstico precoce de Síndrome Metabólica. Os resultados serão correlacionados com informações do banco de dados (dados antropométricos, dosagens bioquímicas e informações de hábitos pessoais das crianças e mães) com a finalidade de obter melhor compreensão de como o estilo de vida pode interferir na saúde e possibilitar a proposta de novas estratégias de prevenção, prognóstico e terapêutica, visando à manutenção da qualidade de vida. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.