Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação dos efeitos do café expresso sobre o perfil metabólico, pressão arterial, arritmias e resposta ao exercício

Processo: 18/20582-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 2019 - 28 de fevereiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Luiz Antonio Machado Cesar
Beneficiário:Luiz Antonio Machado Cesar
Instituição-sede: Instituto do Coração Professor Euryclides de Jesus Zerbini (INCOR). Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados: Gabriela Parise Polo
Assunto(s):Cardiologia  Café expresso  Café descafeinado  Doenças cardiovasculares  Polifenóis  Isquemia miocárdica  Dislipidemias 

Resumo

Introdução: Estudos demonstram efeitos do café na saúde humana e sugerem benefícios de diminuição de mortes por doença cardiovascular. Mecanismos para tal efeito tem sido investigados, mas quase não se tem estudo especificamente sobre o café espresso, hoje uma das formas cada vez mais presente em todo o mundo e no Brasil, motivo deste estudo. Objetivos: Availar os efeitos do consumo diário de café espresso, cafeinado e descafeinado na frequência cardíaca (FC), na frequência de extrassístoles, na variabilidade de frequência cardíaca (VFC), na pressão arterial, no perfil lipídico, homocisteína, lipoproteína(a) e glicemia dos voluntários. Casuística: Serão avaliados 30 indivíduos. Métodos: Métodos: Nesse ensaio clínico randomizado e com crossover, compararemos o efeito do consumo de 120 a 160 ml por dia de café cafeinado e descafeinado por quatro semanas cada em voluntários com doença coronária confirmada, que satisfizerem os critérios de inclusão e exclusão.. Após período de washout e após cada período de quatro semanas de consumo de café, os voluntários serão submetidos a exames de sangue, teste ergométrico e monitoração ambulatorial da pressão arterial. Entre os marcadores, dosaremos sirtuinas RAGE e moléculas "small LDL-cholesterol". Todos os voluntários receberão acompanhamento com nutricionista, que os orientará em todas as fases do estudo. Todos receberão por empréstimo, uma cafeteira da marca nespresso e as cápsulas suficientes para 4 cafés espresso ao dia por 28 dias, perfazendo 120 cápsulas recebidas em dez caixas de papel. A cafeteira será devolvida ao final do período de estudo. Critérios Inclusão: Presença de DAC crônica e com Idade entre 20 e 80 anos. Não tabagista, ou ex-tabagista há mais de seis meses. Não etilista. Critérios de Exclusão: Dosagens de creatinina sérica > 2,5 mg/dl; hemoglobina < 12 g/% para os homens e < 11 g/% para as mulheres; plaquetas < 100mil ou > 400mil; leucocitose > 12mil/mm3, Glicemia de jejum > 160. TGO, TGP alteradas, acima dos limites superiores. Distúrbios de condução elétrica no coração. Disfunção ventricular (FE < 45%). Incapacidade física ou limitações para executar atividade física. História de qualquer doença que, na opinião do Investigador, poderia confundir os resultados do estudo ou colocar o paciente em risco adicional.Incapacidade de compreender os procedimentos do estudo e/ou assinar o Consentimento Livre e Esclarecido.Através dos dados coletados e organizados nas variáveis de interesse, conduziremos a análise estatística, do presente estudo, no programa SPSS versão 20.0.0. A fim de se verificar a normalidade das variáveis, aplicar-se-á o Teste de Kolmogorv-Smirnov, com correção de Lilliefors. O estudo epidemiológico, aqui realizado, será conduzido de forma longitudinal controlado e, portanto, para variáveis paramétricas utilizar-se-á a Análise de Variância (Analysis of Variance - ANOVA) com Medidas Repetidas, com pós-avaliação, através de Teste t de Student Pareado, com correção de Bonferroni; para variáveis não-paramétricas, empregar-se-á o Teste de Friedman, com pós-avaliação, através de Teste U de Wilcoxon, com correção de Bonferroni. Em todos os casos, serão considerados testes bicaudais, com significância de 5% (alfa), intervalos de confiança a 95% calculados para a média e margem de erro de 20% (beta). (AU)