Busca avançada
Ano de início
Entree

A interação entre o microbioma do solo e o uso de pesticidas agrícolas: um enfoque ecológico

Processo: 19/03712-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2019 - 31 de maio de 2021
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:Fernando Dini Andreote
Beneficiário:Fernando Dini Andreote
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Microbiologia do solo  Ecologia microbiana  Diversidade microbiana  Atividade enzimática  Agrotóxicos 

Resumo

O sistema de produção agrícola brasileiro é dependente do uso dos pesticidas agrícolas, moléculas utilizadas no controle de pragas e patógenos. No entanto, pouco é compreendido sobre a interação dessas substâncias com a fração viva dos solos. Neste contexto, o projeto tem por objetivo: i) inferir sobre as alterações na estruturação e na funcionalidade microbiana dos solos devido a aplicação de sete pesticidas agrícolas em solos com e sem histórico de aplicação de pesticidas; ii) avaliar se o uso de pesticidas aumenta a ocorrência de genes relacionados a degradação dos mesmos, ou de genes que conferem resistência a multi-drogas; iii) avaliar se a diversidade da comunidade microbiana altera a resposta dessa comunidade a aplicação de pesticidas e iv) avaliar se o uso de pesticidas influencia na posterior persistência de patógenos no solo. O projeto será dividido em três experimentos, no primeiro serão aplicados sete pesticidas diferentes em microcosmos com solo agrícola e solo natural, no segundo experimento três pesticidas selecionados no primeiro experimento serão aplicados em diferentes níveis de diversidade microbiana obtida pelo método de diluição para extinção. No terceiro experimento será avaliada a severidade dos sintomas de patógenos não alvo dos pesticidas sob influência da aplicação dos mesmos. As amostras obtidas durante o experimento serão analisadas utilizando métodos analíticos convencionais como a mensuração da atividade enzimática microbiana, juntamente com métodos mais robustos, como sequenciamento de genes marcadores filogenéticos e quantificação de genes de interesse. Com isso, espera-se estudar as alterações funcionais e estruturais das comunidades microbianas, com ênfase em ecologia microbiana e o papel da diversidade microbiana na interação com pesticidas. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.