Busca avançada
Ano de início
Entree

Evolução de genes associados a Diabetes tipo 2

Processo: 18/11841-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de maio de 2019 - 30 de abril de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Ricardo de Marco
Beneficiário:Ricardo de Marco
Instituição-sede: Instituto de Física de São Carlos (IFSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Biologia computacional  Genômica  Diabetes mellitus tipo 2  Mutação  Processamento alternativo 

Resumo

Esse projeto tem como objetivo realizar análise genômicas dentro de um contexto evolutivo relacionadas a duas doenças humanas, a Diabetes miellitus tipo 2 e a esquistossomose. Diabetes é um grupo de doenças metabólicas caracterizadas por hiperglicemia derivada dos defeitos na secreção ou ação da insulina. Devido a alta prevalência da diabetes tipo 2 argumenta-se que a maioria das mutações associadas devem ter possuído um caráter neutro ou positivo durante a evolução da espécie humana. A partir da lista de genes apresentando mutações previamente associadas à diabetes realizaremos análises evolutivas comparando parâmetros associados essencialidade de éxons a fim de obter informações de quão rigidamente controlados são os processos de splicing nestes genes. Isso permitirá avaliar melhor o potencial destas mutações para alterar proteínas relacionadas a diabetes via indução de splicing alternativo e entender motivos relacionados a alta prevalência da diabetes em populações humanas. Já foi previamente demonstrado que o parasito humano Schistosoma mansoni possui uma alta taxa transcricional de elementos de transposição e se observa expansões recentes no numero destes elementos no genoma do parasito, destacando a importância destes elementos na estruturação recente deste genoma. Resultados preliminares indicam que transpósons da família CR1 possuem um direcionamento dependente de características de genes adjacentes ao sitio de inserção. Estudos adicionais permitirão analisar as diferentes características gênicas influenciando este direcionamento e avaliar o seu impacto na estruturação do genoma do parasito. (AU)