Busca avançada
Ano de início
Entree

Sobrecarga de frutose em genitores: impacto do treinamento físico nas alterações cardiometabólicas e neuroimunes da prole

Processo: 18/17183-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2019 - 31 de maio de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Kátia de Angelis Lobo D Avila
Beneficiário:Kátia de Angelis Lobo D Avila
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Frutose  Ratos Wistar  Síndrome metabólica  Treinamento físico  Estresse oxidativo  Inflamação 

Resumo

Atualmente tem sido observado um aumento exacerbado no consumo de frutose devido a sua grande utilização pela indústria alimentícia, o que parece estar relacionado ao aumento na prevalência de síndrome metabólica. Sabe-se que a alta ingestão de frutose leva a aumento de tecido adiposo, dislipidemias, resistência à insulina, disfunções hemodinâmicas e autonômicas. Estudos do nosso grupo demonstraram ainda, que tais disfunções estão associadas à inflamação, ativação do sistema renina angiotensina e estresse oxidativo, as quais podem ser atenuadas pelo treinamento físico. Recentemente, foi descrito o reflexo colinérgico anti-inflamatório que parece desempenhar um papel importante nas respostas imunológicas, já que este circuito neural é responsável por converter sinais do cérebro para o baço, de maneira dependente da subunidade ±7 do receptor nicotínico de acetilcolina (±7nAChR), diminuindo a síntese e liberação de citocinas pró-inflamatórias sistemicamente. Entretanto, apesar do avanço científico nessa área, ainda pouco se sabe sobre quais são os impactos do exacerbado consumo de frutose dos pais sobre a prole, bem como o potencial terapêutico da atividade física na prevenção/tratamento dessa condição. Assim, o objetivo do presente projeto será avaliar na prole na prole de ratos Wistar submetidos a um tratamento com sobrecarga de frutose (10%): a) parâmetros cardiometabólicos e neuroimunes; b) testar o papel do reflexo colinérgico anti-inflamatório, por meio da vagotomia e da esplenectomia; c) investigar o impacto do treinamento físico aeróbio, uma potencial abordagem terapêutica na modulação das possíveis alterações neuroimunes. Inicialmente, serão utilizados 28 ratos Wistar. Dezesseis ratos Wistar (4 machos e 12 fêmeas) serão submetidos a sobrecarga de frutose (10%) na água de beber por um período de 60 dias (dos 30 aos 90 dias de vida). Os outros 12 ratos Wistar (3 machos e 9 fêmeas) serão apenas acompanhados pelos mesmos 60 dias recebendo água. Após esse período, cada rato macho será alocado em caixa apropriada com 3 fêmeas para propiciar o acasalamento. Será mantida a sobrecarga de frutose para as fêmeas até o final do período de lactação. O dia de nascimento da prole será considerado dia 0 do estudo, o qual será divido em 3 protocolos. No protocolo 1 será avaliada e comparada a prole ao nascer de ratos tratados com água (n=24) ou frutose (n=24). No protocolo 2 será avaliada e comparada a prole de ratos tratados com água ou frutose no dia do desmame e 7, 14 e 30 dias após o desmame (n=10 animais, 5 machos e 5 fêmeas por tempo/por grupo). No protocolo 3 serão avalida a prole de animais tratados com frutose que no dia do desmame serão distribuídos em grupos: vagotomia do ramo celíaco, esplenectomia, treinamento físico (uma abordagem com potencial terapêutico) e esplenectomia+ trenamento físico; esses grupos serão avaliados após 30 dias e serão comparados com os grupos do protocolo 2. Serão realizadas análises de parâmetros metabólicos, hemodinâmicos, autonômicos, inflamatórios, do sistema renina-angiotensina e de estresse oxidativo sistemicamente e nos tecidos cardíaco e esplênico nos três protocolos. Os resultados obtidos no presente estudo podem contribuir para o conhecimento da influência da saúde cardiometabólica dos genitores sobre sua prole, podendo embasar futuras estratégias terapêuticas como o treinamento físico no manejo das disfunções da prole. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DIAS, DANIELLE DA SILVA; MORAES-SILVA, IVANA C.; BERNARDES, NATHALIA; BRITO-MONZANI, JANAINA DE OLIVEIRA; STOYELL-CONTI, FILIPE FERNANDES; MACHI, JACQUELINE FREIRE; LLESUY, SUSANA; IRIGOYEN, MARIA-CLAUDIA; DE ANGELIS, KATIA. Exercise training initiated at old stage of lifespan attenuates aging-and ovariectomy-induced cardiac and renal oxidative stress: Role of baroreflex. Experimental Gerontology, v. 124, SEP 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.