Busca avançada
Ano de início
Entree

Suplementação de nitrato encapsulado a longo prazo modula a diversidade microbiana do rúmen e a fermentação ruminal para reduzir a emissão de metano em novilhos em pastejo

Processo: 19/06599-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de maio de 2019 - 31 de outubro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Nutrição e Alimentação Animal
Pesquisador responsável:Gustavo Rezende Siqueira
Beneficiário:Gustavo Rezende Siqueira
Instituição-sede: Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Ácidos graxos voláteis  Pecuária de corte 

Resumo

Este estudo investigou os efeitos a longo prazo (13 meses) da suplementação de nitrato encapsulado (ENS) sobre as emissões de metano entérico, parâmetros de fermentação ruminal, bactérias ruminais e diversidade de archaeas em bovinos em pastejo. Utilizamos um total de 32 novilhos Nelore (PC inicial de 197 ± 15,3 kg), dos quais 12 foram portadores de cânulas no rúmen. Por 13 meses, os animais foram mantidos em 12 piquetes e alimentados com concentrado de milho moído, farelo de soja, suplementos minerais e uréia (URS) ou nitrato encapsulado (EN) contendo 70 g de EN/100 kg de PC (correspondendo a 47 g NO3 / 100 kg de peso corporal). A suplementação de nitrato encapsulado resultou em valores similares de consumo de forragem, suplemento e DMI total ao URS (P> 0,05), mas a ENS tendeu a aumentar (+48 g / d; P = 0,055) o ganho de peso médio diário. Reduções diárias nas emissões de metano (-9,54 g ou 18,5%) foram observadas com ENS quando expressas como g de CH4 / kg de matéria seca de forragem ingerida (fDMI) (P = 0,037). Menor concentração de NH3-N e maior pH ruminal foram observados no grupo ENS 6 h após suplementação (P <0,05). A concentração total ruminal de AGV as 6h (P = 0,009) e as 12 h após a suplementação com EN resultou em menor concentração de acetato no rúmen (P = 0,041). Novilhos suplementados com EN apresentaram maior abundância ruminal de Bacteroides, Barnesiella, Lactobacillus, Selenomonas, Veillonella, Succinimonas, Succinivibrio e Duganella sp. (P <0,05), mas uma menor abundância de Methanobrevibacter sp. (P = 0,007). Fortes correlações negativas foram encontradas entre as emissões diárias de metano e Proteobacteria, Erysipelotrichaceae, Prevotellaceae e Roseburia, Kandleria, Selenomonas, Veillonella e Succinivibrio sp. (P <0,05) no rúmen de novilhos ENS. O nitrato encapsulado é um aditivo alimentar que afeta persistentemente a emissão de metano entérico em novilhos em pastejo, diminuindo a abundância de Methanobrevibacter no rúmen. Além disso, a ENS pode promover bactérias redutoras de fumarato e produtoras de lactato, reduzindo assim a produção de acetato durante a fermentação ruminal. (AU)