Busca avançada
Ano de início
Entree

Interferência do processo de coagulação na remoção de compostos orgânicos causadores de gosto e odor por processos de adsorção em carvão ativado em pó

Processo: 19/01801-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2019 - 31 de maio de 2021
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Sanitária - Tratamentos de Águas de Abastecimento e Residuárias
Pesquisador responsável:Sidney Seckler Ferreira Filho
Beneficiário:Sidney Seckler Ferreira Filho
Instituição-sede: Escola Politécnica (EP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Tratamento de água  Abastecimento de água  Carvão ativado  Adsorção (tratamento de água)  Compostos orgânicos 

Resumo

Os problemas mais frequentes de gosto e odor em águas de abastecimento estão associados à presença de subprodutos metabólicos produzidos por algas e demais microrganismos, notadamente os compostos MIB e Geosmina. O tratamento convencional de águas de abastecimento não apresenta capacidade de remoção de ambos os compostos e, desta forma, quando de sua ocorrência na água bruta, diferentes tecnologias de tratamento necessitam ser incorporadas nos processos de produção de água. Dentre estas, as mais comumente empregadas para a sua remoção tem sido o emprego de processos de adsorção em carvão ativado em pó (CAP) e carvão ativado granular (GAC). A aplicação do CAP imediatamente a montante ou jusante da mistura rápida tem sido a opção mais atrativa para a maior parte das estações de tratamento de água, no entanto, a grande desvantagem deste tipo de aplicação reside no fato de que as partículas de CAP tendem a ser incorporadas nos flocos formados durante o processo de coagulação como consequência da precipitação do hidróxido metálico adicionado na forma de sais de ferro e alumínio. Desta forma, há uma tendência de redução na eficiência do processo de adsorção mediante uma eventual interferência na cinética dos mecanismos de transferência de massa do adsorvato a partir da fase líquida para a superfície do material adsorvedor. Motivado pelas incertezas sobre a melhor concepção a ser adotada para a dosagem de CAP na remoção de compostos causadores de gosto e odor em águas de abastecimento, este projeto de pesquisa objetiva avaliar a interferência do processo de coagulação, mais especificamente, a precipitação do hidróxido metálico, na eficiência de remoção de compostos orgânicos causadores de gosto e odor em águas de abastecimento por processos de adsorção, bem como estudar a cinética do processo de adsorção e a influência das características da água bruta (turbidez) e dosagem de coagulante na eficiência de remoção de compostos orgânicos causadores de gosto e odor. (AU)