Busca avançada
Ano de início
Entree

Envelhecimento musculoesquelético: repercussões metabólicas, funcionais e risco de mortalidade em pessoas com mais de 50 anos de idade

Processo: 18/13917-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Apoio a Jovens Pesquisadores
Vigência: 01 de junho de 2019 - 31 de maio de 2023
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Tiago da Silva Alexandre
Beneficiário:Tiago da Silva Alexandre
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Pesq. associados: Cesar Messias de Oliveira
Bolsa(s) vinculada(s):20/06716-1 - Incidência de baixos níveis séricos de Vitamina D em indivíduos com e sem Obesidade Abdominal, BP.IC
20/02040-3 - Hipertensão arterial sistêmica e diabetes descontrolados aceleram o declínio da memória e da função executiva em pessoas com mais de 50 anos de idade?, BP.MS
19/14699-2 - Estruturação e organização das bases de dados, BP.TT
Assunto(s):Geriatria 

Resumo

Há uma lacuna na compreensão da relação entre obesidade abdominal, baixos níveis séricos de vitamina D e dinapenia à medida que a idade avança. Entretanto, há fortes indícios que de que essas três condições possam estar interligadas num mecanismo causal e que interfiram negativamente na saúde musculoesquelética com diversas repercussões negativas metabólicas e funcionais à medida que a idade avança. Dessa forma os objetivos da presente proposta são: i) analisar a incidência de dinapenia em indivíduos com e sem deficiência de vitamina D; ii) analisar a incidência de baixos níveis séricos de vitamina D em indivíduos com e sem obesidade abdominal; iii) analisar a associação da obesidade abdominal dinapênica com a trajetória dos distúrbios do metabolismo de carboidratos, lipídeos, pressão arterial sistêmica, mobilidade e função de membros inferiores; iv) analisar a associação da obesidade abdominal dinapênica com a incidência da síndrome metabólica e mortalidade cardiovascular. Para isso, graças a uma parceria do proponente com a University College London, serão utilizados dados do English Longitudinal Study of Ageing (ELSA), um estudo longitudinal de múltiplas coortes que se iniciou em 2002 e que já possui informações de mais de 15 anos de follow-up. Para responder a cada uma das perguntas da presente proposta serão utilizadas análises de densidade de incidência, modelos de regressão logística e de Poisson, curvas de Kaplan-Meyer, modelos de regressão de Cox e Modelos Mistos Lineares Generalizados. Nossas hipóteses são: i) a incidência de dinapenia é maior em indivíduos com baixos níveis séricos de vitamina D; ii) a incidência de baixos níveis séricos de vitamina D é maior nos indivíduos obesos abdominais e iii) as trajetórias da função de membros inferiores, da mobilidade e de alterações no metabolismo dos carboidratos, lipídeos e da pressão arterial assim como a incidência de síndrome metabólica e de mortalidade por doenças cardiovasculares são maiores nos indivíduos obesos dinapênicos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Diabetes sem controle afeta força muscular em pessoas acima de 50 anos 
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (22 total):
Mais itensMenos itens
Diabetes sem controle afeta força muscular em pessoas acima de 50 anos 
Homens que não controlam diabete têm mais chances de perder força muscular 
Homens que não controlam diabete têm mais chances de perder força muscular 
Extrato de jabuticaba pode virar remédio para diabetes e colesterol 
Extrato de jabuticaba pode virar remédio para diabetes e colesterol 
Diabetes sem controle afeta força muscular em pessoas acima de 50 anos 
Diabetes sem controle afeta força muscular em pessoas acima de 50 anos 
Diabetes sem controle afeta força muscular em pessoas acima de 50 anos 
Diabetes sem controle afeta força muscular em pessoas acima de 50 anos 
Diabetes sem controle afeta força muscular em pessoas acima de 50 anos 
Diabetes sem controle afeta força muscular em pessoas acima de 50 anos 
Diabetes descontrolado causa perda de força muscular 
Pesquisa da UFSCar aponta que diabetes descontrolado causa perda de força muscular e homens são mais sensíveis ao problema 
Homem é mais sensível à perda de força muscular causada pelo diabetes 
Homem é mais sensível à perda de força muscular causada pelo diabetes 
Pesquisa da UFSCar aponta que diabetes descontrolado causa perda de força muscular 
UFSCar – Homem é mais sensível à perda de força muscular causada pelo diabetes 
Pesquisa da UFSCar aponta que diabetes descontrolado causa perda de força muscular e homens são mais sensíveis ao problema 
Homem é mais sensível à perda de força muscular causada pelo diabetes 
Pesquisa da UFSCar aponta que diabetes descontrolado causa perda de força muscular e homens são mais sensíveis ao problema 
Pesquisa da UFSCar aponta que diabetes descontrolado causa perda de força muscular e homens são mais sensíveis ao problema 
Pesquisa da UFSCar aponta que diabetes descontrolado causa perda de força muscular e homens são mais sensíveis ao problema 

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
COCHAR-SOARES, NATALIA; DE CARVALHO, DANILO H. T.; DE ANDRADE, FABIOLA B.; CASTRO-COSTA, ERICO; DE OLIVEIRA, CESAR; LIMA-COSTA, MARIA F.; ALEXANDRE, TIAGO DA S. Does undiagnosed diabetes mitigate the association between diabetes and cognitive impairment? Findings from theELSI-Brazilstudy. JOURNAL OF DIABETES, JUL 2020. Citações Web of Science: 0.
NEBULONI, CLARICE CAVALERO; MAXIMO, ROBERTA DE OLIVEIRA; DE OLIVEIRA, CESAR; ALEXANDRE, TIAGO DA SILVA. Uncontrolled Diabetes as an Associated Factor with Dynapenia in Adults Aged 50 Years or Older: Sex Differences. JOURNALS OF GERONTOLOGY SERIES A-BIOLOGICAL SCIENCES AND MEDICAL SCIENCES, v. 75, n. 6, p. 1191-1197, JUN 2020. Citações Web of Science: 0.
ROBERTA DE OLIVEIRA MÁXIMO; INGRID CRISTINA LOPES; ALLAN GUSTAVO BRIGOLA; BRUNA MORETTI LUCHESI; ALINE CRISTINA MARTINS GRATÃO; KEIKA INOUYE; SOFIA CRISTINA IOST PAVARINI; TIAGO DA SILVA ALEXANDRE. Pre-frailty, frailty and associated factors in older caregivers of older adults. Revista de Saúde Pública, v. 54, p. -, 2020. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.