Busca avançada
Ano de início
Entree

Aplicação prática da espectroradiometria na identificação da assinatura espectral da ferrugem asiática da soja e criação de modelo de predição

Processo: 18/24869-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de julho de 2019 - 30 de junho de 2021
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitossanidade
Pesquisador responsável:Carlos Gilberto Raetano
Beneficiário:Carlos Gilberto Raetano
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Pesq. associados: Marcelo Giovanetti Canteri ; Matheus Mereb Negrisoli
Assunto(s):Ferrugem (doença de planta)  Epidemiologia  Soja  Glycine max  Phakopsora pachyrhizi  Sensoriamento remoto  Espectrorradiometria 

Resumo

O monitoramento representa a base de um manejo de doenças bem-sucedido, dando aporte para tomada de decisão quanto ao momento e necessidade de controle. A ferrugem asiática da soja (FAS) é a principal doença da cultura e manejada majoritariamente com fungicidas, com adoção do controle químico "calendarizado". Há uma grande lacuna quanto às técnicas de monitoramento da doença, tornando o monitoramento por sensoriamento remoto uma das mais promissoras. Este trabalho tem como objetivo obter correlação entre o progresso da FAS na cultura da soja com os valores de refletância da cultura sob condições de infestação da doença, de modo a propor um modelo de predição da doença e utilizá-lo como método no monitoramento para tomada de decisão do uso do controle químico. O projeto de pesquisa será conduzido entre 2019 e 2021 na Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA/UNESP), Botucatu, SP, em três experimentos. No Experimento (1) serão coletados dados a campo para correlação quanto ao monitoramento da FAS, comparando valores obtidos em monitoramento da severidade da doença, baseado no número de pústulas.cm-2, valores de reflectância em bandas a serem estabelecidas e leituras para determinação da fluorescência da clorofila e o rendimento quântico do fotossistema II. No Experimento (2) serão calculados os índices vegetativos (IV) com base nas leituras e modelagem e correlação dos dados para determinação das bandas ou IV mais responsivos com a doença. Por fim, no experimento (3) será realizada a aplicação do monitoramento por espectroradiometria no manejo de P. pachyrhizi a campo, determinando diferentes momentos de controle e avaliando a eficácia de controle do patógeno assim como as características quali-quantitativas da pulverização. (AU)