Busca avançada
Ano de início
Entree

Reações de turistas e moradores a anúncios promocionais de turismo: um estudo experimental com dispositivo de rastreamento ocular

Processo: 19/05573-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisador Visitante - Internacional
Vigência: 18 de novembro de 2019 - 24 de novembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Turismo
Convênio/Acordo: CONFAP ; Newton Fund, com FAPESP como instituição parceira no Brasil ; UK Academies
Pesquisador responsável:Janaina de Moura Engracia Giraldi
Beneficiário:Janaina de Moura Engracia Giraldi
Pesquisador visitante: Vishwaskumar Maheshwari
Inst. do pesquisador visitante: Staffordshire University, Inglaterra
Instituição-sede: Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto (FEARP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Marketing turístico 

Resumo

Para promover um lugar, as organizações nacionais de turismo (ONT) desenvolvem anúncios promocionais de destino turístico (fotografias de destino, logos e slogans). Em relação às fotografias dos anúncios, algumas mudanças têm ocorrido devido ao acesso mais fácil às informações turísticas. Turistas têm acesso não apenas às fotografias do destino fornecidas pelos ONTs através de sites oficiais de turismo, mas também a várias fotos compartilhadas por experiências anteriores de turistas na internet. A imagem de destino on-line pode ser formada por conteúdo gerado pelas ONTs e por Conteúdo Gerado por Turista (CGT). A literatura também tem indicado que os anúncios de turismo devem: i) ser mais realistas, mostrando a experiência real do turista no local e ii) considerar as opiniões dos turistas e dos residentes para a elaboração da identidade de marca de destino. Neste contexto, é questionado: as ONT devem usar fotografias geradas por turistas no desenvolvimento de anúncios promocionais de turismo? As respostas dos turistas e dos residentes, como atenção visual e atitude, são melhores para os anúncios com conteúdo gerado por TGC ou NTO? Em relação à gestão de logo e slogans, ainda não há consenso sobre sua contribuição para as respostas de turistas e residentes ao utilizá-los em anúncios promocionais de turismo. Alguns autores questionam investimentos na criação de logotipos e slogans por organizações de marketing e dizem que eles são supervalorizados. A literatura aponta uma necessidade de mover a gestão de marca de destino para além do design de logos e slogans, direcionando-a para execução de práticas gerenciais que incorporem mais características reais da identidade do local. No entanto, as organizações públicas devem usar ou não os logotipos e slogans? As respostas do turista, como atenção visual e atitude, são melhores para os anúncios com ou sem logotipos e slogans? Considerando as lacunas apontadas, o presente estudo o objetivo de analisar as respostas dos turistas e residentes aos anúncios promocionais de turismo considerando os diferentes usos de fotografias (ONT x CGT) e sinais semióticos (com ou sem logotipo e slogans). A coleta de dados acontece em quatro momentos distintos:- Turista - Dados do rastreamento ocular: 24 anúncios de turismo do Brasil são mostrados para 31 estudantes de uma universidade no Reino Unido, a fim de analisar a atenção visual dos turistas.- Turista - Dados do questionário: são realizados questionários sobre os mesmos 24 anúncios promocionais turísticos, a fim de analisar a atitude dos turistas em relação a eles.- Residentes - Dados do rastreamento ocular: 24 anúncios promocionais de turismo do Brasil são mostrados para 31 estudantes da Universidade de São Paulo, para analisar a atenção visual dos residentes.- Residentes - Dados do questionário: são realizados questionários sobre os mesmos 24 anúncios promocionais turísticos, a fim de analisar a atitude dos residentes em relação a eles.A visita proposta pode contribuir oferecendo aulas sobre gestão de marcas de destinos e metodologia para membros deste projeto e para outros acadêmicos. Os ganhos acadêmicos seriam: i) melhoria das referências teóricas do projeto; ii) desenvolvimento de artigos futuros provenientes do presente projeto de pesquisa. O projeto associado a esta proposta e a comunidade acadêmica em torno do pesquisador visitante ganharão com conjunto de atividades que serão entregues pela visita proposta. Infraestrutura e financiamento estão disponíveis para o projeto de pesquisa, excluindo as despesas solicitadas na proposta. A Universidade de São Paulo visa apoiar o visitante internacional e fornecer toda a estrutura para a realização das atividades descritas acima. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.