Busca avançada
Ano de início
Entree

Construindo uma pedagogia da atividade física para um envelhecimento saudável

Processo: 19/05358-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisador Visitante - Internacional
Vigência: 16 de outubro de 2019 - 22 de outubro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Educação - Tópicos Específicos de Educação
Convênio/Acordo: CONFAP ; Newton Fund, com FAPESP como instituição parceira no Brasil ; UK Academies
Pesquisador responsável:Samuel de Souza Neto
Beneficiário:Samuel de Souza Neto
Pesquisador visitante: David Kirk
Inst. do pesquisador visitante: University of Strathclyde, Escócia
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Assunto(s):Atividade física  Educação não formal  Promoção da saúde  Idosos 

Resumo

O número de pessoas com 60 anos ou mais aumentará de 900 milhões para 2 bilhões entre 2015 e 2050 (OMS, 2015). Ações de perspectiva ampliada em promoção da saúde são necessárias para promover o envelhecimento saudável. Este projeto de pesquisa colaborativa aborda o problema de como a prática de atividade física ajuda as pessoas idosas a se manterem saudáveis. No Brasil, iniciativas têm integrado educação e saúde por meio da atividade física como forma de promoção da saúde. Exemplos são a inclusão de profissionais de Educação Física como trabalhadores da saúde dentro de equipes multiprofissionais voltadas para a integralidade do cuidado e a implementação de programas públicos para a prática de atividade física ao longo da vida. No entanto, há pouco conhecimento sobre como os profissionais de Educação Física têm desenvolvido sua prática como trabalhadores da saúde. Adotando uma perspectiva salutogênica, os objetivos desta pesquisa são: (1) elucidar a relação entre desenvolvimento de saúde e atividade física na terceira idade; (2) analisar os aspectos de instrução empregados por profissionais de Educação Física com idosos que possibilitam essa relação; e (3) identificar elementos para o desenvolvimento de uma pedagogia da atividade física para o envelhecimento saudável. O estudo tem uma abordagem qualitativa e como método de pesquisa a Teoria Fundamentada nos Dados. Os dados foram gerados através do método de trabalho de campo condensado, com visitas de três dias a programas de promoção da saúde. A amostragem teórica orientou a seleção de quatro programas, localizados em quatro cidades brasileiras. Os participantes envolvidos são profissionais de Educação Física, coordenadores de centros de saúde e idosos inscritos nos programas. Os dados incluem entrevistas e notas de campo observacionais das sessões de atividade física. Os dados serão analisados através de comparação constante. O projeto colaborativo em andamento está organizado em cinco fases: I - Treinamento em pesquisa sobre tópicos teóricos: um membro da equipe de pesquisa foi supervisionado pelo professor David Kirk, na Universidade de Strathclyde; II - Produção de dados no Brasil; III - Análise de dados; IV - Treinamento em pesquisa sobre o desenvolvimento de pedagogias, a ser ministrado pelo professor David Kirk no Brasil; V - Conclusão e relatório. Espera-se que os resultados revelem como a atividade física atua como um recurso de saúde para as pessoas idosas e que contribuam internacionalmente com a agenda da saúde, estabelecendo elementos sobre como a atividade física pode ser orientada visando o envelhecimento saudável. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.