Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação microestrutural de partes fabricadas por manufatura aditiva para aplicação aeronáutica

Processo: 19/00691-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2019 - 30 de novembro de 2020
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Aeroespacial
Proposta de Mobilidade: SPRINT - Projetos de pesquisa - Mobilidade
Pesquisador responsável:Julian Arnaldo Avila Diaz
Beneficiário:Julian Arnaldo Avila Diaz
Pesq. responsável no exterior: João Pedro de Sousa Oliveira
Instituição no exterior: Universidade Nova de Lisboa, Portugal
Instituição-sede: Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus Experimental São João da Boa Vista. São João da Boa Vista , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/17697-5 - Avaliação mecânica e microestrutural de peças fabricadas por manufatura aditiva no aço 18%Ni Maraging 300 com aplicação aeronáutica, AP.R

Resumo

A indústria aeronáutica exige que novos processos de fabricação que pretendem ingressar no processo produtivo de aeronaves, possuam um grau de maturidade elevado. A manufatura aditiva (MA) de peças fabricadas em materiais metálicos pode oferecer diversas soluções nesta indústria (ex., elementos estruturais, partes fundamentais de motores e turbinas), se vislumbrando o redesenho geométrico de peças ou geração de novas visando a redução de peso. No entanto, um melhor entendimento microestrutural de peças fabricadas por MA e seu efeito nas propriedades mecânicas deve ser atingido. Atualmente, está sendo desenvolvido um projeto de pesquisa regular patrocinado pela FAPESP, projeto 2017/17697-5 aqui na UNESP, campus experimental de São João da Boa Vista, em que o Prof. Dr. João Pedro Oliveira na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa (FCT-UNL) em Portugal, já participa como colaborador. Neste projeto de pesquisa está sendo estudada a evolução microestrutural de peças fabricadas por manufatura aditiva de aço 18Ni300 maraging, usando o método de fusão seletiva a laser, e como estes afetam as propriedades mecânicas. Além disso, o professor João tem expertise no uso de laser para processamento e soldagem de materiais metálicos, manufatura aditiva usando arame (WAAM), caracterização avançada de materiais (SEM, TEM e DRX) e medições in-situ usando difração de raios X com fonte de luz síncrotron. O fortalecimento de esta parceria a traves do projeto SPRINT pode aumentar os temas de interação entre a UNESP e a FCT-UNL, trazendo novo conhecimento na formação acadêmica de alunos, desenvolvimento de processos com aplicação na indústria aeronáutica e, na divulgação destes resultados por meio de cursos, palestras e publicações científicas em jornais reconhecidos. (AU)