Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo de diferentes preparações antigênicas de Paracoccidioides lutzii para a padronização do teste de ELISA como auxílio no diagnóstico da paracoccidioidomicose por p. lutzii

Processo: 18/21460-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2019 - 31 de julho de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Zoilo Pires de Camargo
Beneficiário:Zoilo Pires de Camargo
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Anderson Messias Rodrigues ; Eva Burger ; Olga Fischman Gompertz ; Rosane Christine Hahn
Assunto(s):Paracoccidioidomicose  Testes imunológicos  Diagnóstico  Micologia  Paracoccidioides lutzii  Sorologia  ELISA 

Resumo

Tradicionalmente, a paracoccidioidomicose (PCM) é dita como sendo uma micose profunda causada pelo fungo termodimórfico Paracoccidioides brasiliensis. Entretanto, constatou-se a existência de outras espécies de Paracoccidioides. Uma dessas espécies é P. lutzii, primeiramente denominado de Pb01-like. As outras são S1, PS2, PS3 e PS4, recentemente nominadas de P. brasiliensis sensu stricto, P. americana, P. restrepiensis e P. venezuelensis, respectivamente. A doença é limitada aos países da América Latina e pouco se sabe a respeito de sua ecologia. A incidência maior de P. lutzii é na região centro-oeste do Brasil, entretanto, pode também ocorrer em outras regiões. A diversidade de formas clínicas da doença é relacionada ao status imunológico do hospedeiro e às características intrínsecas ao fungo. Proteínas antigênicas podem ser utilizadas como marcadores sorológicos no desenvolvimento de testes diagnósticos mais específicos. Testes convencionais sorológicos, como a imunodifusão, utilizando o tradicional exoantígeno de P. brasiliensis (PbB339) não consegue dar diagnóstico em casos de PCM por P. lutzii. Neste projeto pretendemos padronizar o teste de ELISA para auxiliar no diagnóstico da PCM por P. lutzii. Para esse propósito testaremos vários tipos de preparações antigênicas derivadas de P. lutzii utilizando soros de pacientes com PCM por P. lutzii e por P. brasiliensis. (AU)