Busca avançada
Ano de início
Entree

Potencial preditivo de compostos naturais e suas vias de ação no carcinoma prostático canino: modelo in vitro

Processo: 19/00766-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2019 - 31 de julho de 2021
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Patologia Animal
Pesquisador responsável:Renee Laufer Amorim
Beneficiário:Renee Laufer Amorim
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Pesq. associados:Carlos Eduardo Fonseca Alves ; Cristina de Oliveira Massoco Salles Gomes ; Flávia Karina Delella ; Robson Francisco Carvalho ; Silvia Regina Rogatto
Assunto(s):Resveratrol  Cultura de células  Melatonina  Cães  Viscum 

Resumo

O cão é o único mamífero, além do homem, que desenvolve espontaneamente o carcinoma prostático (CaP), associado com a idade, hormônios androgênicos, além das lesões pré-neoplásicas. Essas doenças prostáticas são observadas frequentemente no homem, apresentando aspectos moleculares e patológicos similares em ambas as espécies. Consequentemente, o cão é considerado um modelo natural para o estudo do processo carcinogênico prostático no humano. Atualmente existem aproximadamente seis linhagens celulares de neoplasias prostáticas caninas em laboratórios do Canadá, Alemanha e Estados Unidos. No entanto essas células não estão disponibilizadas em bancos de células, o que dificulta o seu uso na pesquisa em diferentes lugares no mundo. Não há um protocolo bem estabelecido para o tratamento do CaP canino, sendo que a castração é a principal opção, porém pouco efetiva, já que a maioria dos CaP caninos são andrógeno independente. Diferentes protocolos quimioterápicos e radioterapia são indicados, mas nenhum com uma resposta boa. O uso de compostos naturais vem crescendo em pesquisas e no tratamento clínicos de pacientes com diferentes tipos de câncer, obtendo-se bons resultados. Frente a este cenário, e devido a importância do cão como modelo para estudo do CP humano a presente pesquisa visa estabelecer duas linhagens celulares de tumores prostáticos caninos, realizando a patente das mesmas e depositando no banco de células do Rio Janeiro, bem como realizar o estudo da eficácia anti-tumoral de três compostos naturais (Resveratrol, Viscum e melatonina) "in vitro" em cultura de CaP canino. Após determinação de IC50 para estes compostos, utilizaremos a técnica de expressão gênica de larga escala para avaliação das redes gênicas e vias canônicas envolvidas na resposta ao tratamento. Selecionaremos genes drivers com potencial preditivo para validação por RT-PCR. Drogas que apresentarem possível efeito sinérigico, baseado em redes gênicas e vias canônicas complementares, serão testadas em conjunto. Esperamos contribuir com o entendimento do mecanismo de ação anti-tumoral de compostos naturais , bem como propor medidas terapêuticas para novos experimentos "in vivo", em clinical trials com cães, e futuramente, que estes resultados possam ser utilizados na medicina humana. O projeto consta com o apoio de uma equipe de pesquisadores multidisciplinares e internacional. (AU)