Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo do perfil do microbioma intestinal e do potencial terapêutico de estratégias de intervenção na imunopatogenia do Diabetes tipo 1 e 2

Resumo

A etiologia do DM é multifatorial interligada a fatores genéticos, ambientais, alimentares e metabólicos. Vários achados revelam uma associação entre dieta, Disbiose intestinal e a ativação de mecanismos imunológicos, que resulta na fisiopatologia do DM do tipo 1 e 2. Sabe-se que probióticos controlam a Disbiose intestinal, melhoram a permeabilidade intestinal e propiciam uma função de barreira epitelial. Estudos mais recentes têm evidenciado que probióticos também exercem diversos efeitos imunomoduladores locais e sistêmicos através da estimulação da imunidade de mucosa, produção de ácidos graxos de cadeia curta e a geração de linfócitos T reguladores. Neste contexto, constatamos reduzida abundância de bactérias probióticas, em especial Akkermansia muciniphila e Bifidobacterium sp., durante o DM1. A administração do prebiótico inulina foi capaz de aumentar A. muciniphila no intestino e conferir proteção a essa doença. Baseado nessas evidências, por meio de estudos pré-clínicos, iremos investigar a eficácia de estratégias de recomposição/modulação do microbioma intestinal usando esses probióticos naturais, recombinantes (Lactococcus lactis hsp65 e IL-6) e prebióticos, assim como determinar os mecanismos imunoreguladores que poderiam prevenir o surgimento ou retardar a progressão do DM1 e 2. Um estudo longitudinal também será realizado em pacientes diabéticos recém-diagnosticados visando à identificação de alterações no microbioma intestinal e correlação com parâmetros clínicos e imunológicos durante a progressão da doença, a fim de elucidar novos biomarcadores de diagnóstico ou tratamento. A busca de alternativas de imunorregulação baseadas em probióticos é muito promissora, pois sua produção teria um baixo custo e seria seguro para aplicação terapêutica. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre o auxílio::
Pistas del origen de la diabetes tipo 1 
Pistas del origen de la diabetes tipo 1 
Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SILVA, CARLA B. P.; ELIAS-OLIVEIRA, JEFFERSON; MCCARTHY, CAMERON G.; WENCESLAU, CAMILLA F.; CARLOS, DANIELA; TOSTES, RITA C. Ethanol: striking the cardiovascular system by harming the gut microbiota. AMERICAN JOURNAL OF PHYSIOLOGY-HEART AND CIRCULATORY PHYSIOLOGY, v. 321, n. 2, p. H275-H291, AUG 2021. Citações Web of Science: 0.
COSTA, FREDERICO R. C.; LEITE, JEFFERSON A.; RASSI, DIANE M.; DA SILVA, JOSIANE F.; ELIAS-OLIVEIRA, JEFFERSON; GUIMARAES, JHEFFERSON B.; FOSS-FREITAS, MARIA C.; CAMARA, NIELS O. S.; PONTILLO, ALESSANDRA; TOSTES, RITA C.; SILVA, JOAO S.; CARLOS, DANIELA. NLRP1 acts as a negative regulator of Th17 cell programming in mice and humans with autoimmune diabetes. CELL REPORTS, v. 35, n. 8 MAY 25 2021. Citações Web of Science: 0.
ELIAS-OLIVEIRA, JEFFERSON; LEITE, JEFFERSON ANTONIO; PEREIRA, ITALO SOUSA; GUIMARAES, JHEFFERSON BARBOSA; MANSO, GABRIEL MARTINS DA COSTA; SILVA, JOAO SANTANA; TOSTES, RITA CASSIA; CARLOS, DANIELA. NLR and Intestinal Dysbiosis-Associated Inflammatory Illness: Drivers or Dampers?. FRONTIERS IN IMMUNOLOGY, v. 11, AUG 11 2020. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.