Busca avançada
Ano de início
Entree

Uma análise longitudinal da participação como política pública no Brasil (1988-2020)

Processo: 19/05959-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de julho de 2019 - 30 de junho de 2021
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Ciência Política - Políticas Públicas
Pesquisador responsável:Carla Gandini Giani Martelli
Beneficiário:Carla Gandini Giani Martelli
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Letras (FCL). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):19/19482-1 - Uma análise longitudinal da participação como política pública no Brasil (1988-2020), BP.TT
19/19483-8 - Uma análise longitudinal da participação como política pública no Brasil (1988-2020), BP.TT
Assunto(s):Participação  Participação política  Instituições participativas 

Resumo

O presente projeto visa estudar a participação como política pública com foco nas ações que ocorreram na esfera nacional, no âmbito da ação de agentes governamentais e societais. Fazendo uso dos modelos do campo de políticas públicas - modelo de "Múltiplos Fluxos" e modelo do "Equilíbrio Pontuado" - nossa atenção estará voltada para os atores que ocupam as três dimensões do sistema - macro, micro e subsistema- de modo a compreender o porquê das resolução, ou das não resoluções, e a força dos atores visíveis e invisíveis para o desenho da política de participação. Investigaremos os fatores e atores responsáveis por colocar na agenda a gestão participativa expressa na Constituição de 1988. Assim também, destacando o momento mais recente da nossa história da participação social, buscaremos compreender os fatores e atores que têm contribuído para o "desmonte" da participação institucionalizada no Brasil. A pesquisa quer contribuir com a compreensão dos múltiplos aspectos que exercem influência sobre uma política, sintetizando o conhecimento produzido, sobretudo na ciência política, sobre o papel das ideias, instituições, redes e processos socioeconômicos na construção da política de participação institucionalizada no Brasil das últimas três décadas. (AU)