Busca avançada
Ano de início
Entree

Utilização de estratégia de multi-biomarcadores em zebrafish como plataforma para estimar os efeitos neurocomportamentais induzidos por retardantes de chama

Processo: 18/24298-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de julho de 2019 - 30 de junho de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Análise Toxicológica
Pesquisador responsável:Danielle Palma de Oliveira
Beneficiário:Danielle Palma de Oliveira
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Pesq. associados:Daniel Junqueira Dorta ; Flavia Renata Abe
Assunto(s):Biomarcadores  Danio rerio 

Resumo

Os retardantes de chama tem reduzido de forma eficaz as mortes e injúrias causadas por incêndios, sendo, assim, indiscutível a necessidade de seu uso em diversos bens de consumo. Dentre esses compostos, destacam-se os congêneres de Bifenilas Polibromadas (PBDEs) que são muito eficientes na mitigação do processo de combustão, reduzindo a propagação de chamas, além de serem de baixo custo. Porém, diversos estudos têm demonstrado a capacidade de indução de diversos efeitos tóxicos após a exposição a estes compostos. Assim, existe uma tendência internacional de substituir esses compostos, sendo que o dietilfosfinato de alumínio (ALPI) tem sido sugerido como um potencial retardante alternativo. Porém, para que a substituição seja segura para a população em geral e para o ambiente, é necessária a avaliação da toxicidade deste novo composto, visando comparar a segurança com os compostos que já estão disponíveis no mercado. Dentro deste contexto, o presente projeto visa a avaliação da indução de efeitos neurocomportamentais precoces induzidos pelo ALPI em comparação com os efeitos induzidos por PBDEs selecionados. Para tanto, propomos o estabelecimento de uma estratégia de multi-biomarcadores nos estágios iniciais de Danio rerio, visando estimar efeitos no SNC. Assim, propomos a utilização combinada de duas ferramentas de alta performance: i) o equipamento Zebrabox, que monitora por meio de vídeos o comportamento natatório de larvas em diferentes condições de luz e, ii) a ferramenta de software, DanioScope que avalia o perfil de movimentação embrionária. Para complementar essas análises, propomos a avalição da atividade da enzima colinesterase, como biomarcador bioquímico de neurotoxicidade. Adicionalmente, como a manutenção da homeostasia dos organismos frente a estressores químicos pode ser energeticamente custosa, propomos também a utilização de biomarcadores de balanço energético. Desta forma, o presente projeto visa realizar uma abordagem integrada da neurotoxicidade induzida por representantes de retardantes de chama, fornecendo subsídios para tomada de decisão em relação à substituição dos compostos atualmente utilizados. Adicionalmente, os resultados serão úteis no estabelecimento de padrões de segurança para estes compostos, com vistas à saúde humana e à conservação de comunidades aquáticas. Ainda, a aprovação da presente proposta irá propiciar um grande desenvolvimento na linha de pesquisa do Laboratório de Toxicologia Ambiental, além de complementar os ensaios já realizados. O projeto irá ainda contribuir grandemente com a formação recursos humanos especializados, visto que contará com a participação de alunos de mestrado e doutorado, além de pós doutorandos. Por fim, o projeto irá favorecer a colaboração entre pesquisadores a curto e médio prazo, pois a estratégia de biomarcadores poderá ser utilizada em outras pesquisas de efeitos de compostos no SNC, sejam no campo da Toxicologia, seja no campo da farmacologia. (AU)