Busca avançada
Ano de início
Entree

Contracao, excitabilidade e transmissao neuromuscular de musculos esqueleticos de camundongos distroficos. efeitos da testosterona na evolucao da distrofia.

Processo: 93/00496-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 1993 - 31 de maio de 1995
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Farmacologia Geral
Pesquisador responsável:Caden Souccar
Beneficiário:Caden Souccar
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Distrofia muscular  Testosterona 

Resumo

O camundongo distrófico (mdx) apresenta o mesmo defeito genético da distrofia muscular de Duchenne (DMD) e ausência de distrofina, mas ao contrário do observado na distrofia humana, o animal sobrevive à necrose muscular por mecanismos de adaptação desconhecidos. Este projeto propõe estudar a excitabilidade da membrana, a transmissão neuromuscular e o acoplamento excitação-contração de músculos de camundongos distróficos (mdx) nas diferentes fases de degeneração e regeneração muscular, visando o esclarecimento dos mecanismos fisiológicos envolvidos na adaptação desse animal ao processo degenerativo. Em vista da coincidência das fases de degeneração/regeneração muscular máximas e a maturação sexual com o aumento dos níveis plasmáticos de testosterona nesses animais, o presente estudo pretende também determinar a influência hormonal nesses processos, uma vez que a testosterona estimula o crescimento muscular. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)