Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação de dentifrícios experimentais à base de óleos essenciais para higienização de próteses totais - estudos in vitro e in vivo

Processo: 19/02404-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2019 - 31 de julho de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Materiais Odontológicos
Pesquisador responsável:Helena de Freitas Oliveira Paranhos
Beneficiário:Helena de Freitas Oliveira Paranhos
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto (FORP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Pesq. associados:Cláudia Helena Lovato da Silva ; Evandro Watanabe ; Jairo Kenupp Bastos
Assunto(s):Biofilmes  Óleos essenciais  Clínica odontológica  Higienizadores de dentadura  Dentifrícios  Prótese total 

Resumo

Este estudo avaliará dentifrícios experimentais à base de óleos essenciais de Ricinus communis (Rc), Melaleuca alternifólia (Ma), Pinus strobus (Ps), Copaifera officinalis (Co), Curcuma longa (Cl), Eucalyptus citriodora (Ec) e Bowdichia virgilioides Kunth (Bvk) para higiene de próteses totais, por meio de ensaios in vitro e in vivo. Os ensaios serão realizados de acordo com os seguintes grupos (dentifrícios): GI: sem princípio ativo (Controle Negativo-CN), GII: Convencional Trihydral (Controle Positivo CP), GIII: Experimental 1 (Rc), GIV: Experimental 2 (Ma), GV:Experimental 3 (Ps), GVI: Experimental 4 (Co), GVII: Experimental 5 (Cl), GVIII: Experimental 6 (Ec), GIX: Experimental 7 (BvK). O estudo in vitro compreenderá a avaliação das características organolépticas, físico-química e reológicas, bem como a capacidade de remoção de biofilme e ação antimicrobiana frente ao biofilme multi-espécie de Candida albicans (Ca), Staphylococcus aureus (Sa) e Streptococcus mutans (Sm), por meio da contagem de unidades formadoras de colônias (UFC). O estudo in vivo compreenderá um estudo clínico randomizado, onde 30 usuários de próteses totais, serão alocados, aleatoriamente, em cinco grupos (dentifrícios): Controle Negativo (CN), Controle Positivo (CP) e três dentifrícios experimentais com melhores resultados do estudo in vitro. Os participantes serão orientados a escovar suas próteses três vezes ao dia, por 07 dias e imergi-las em água durante a noite. Serão avaliadas a capacidade de remoção do biofilme, a atividade antimicrobiana contra Candida spp, Streptococcus mutans, Staphylococcus spp., bactérias Gram-negativas e aeróbios totais, por meio da contagem de UFC, a capacidade de remissão da Candidíase Atrófica Crônica e o grau de aceitação dos dentifrícios. Os dados obtidos serão submetidos a testes estatísticos apropriados. (AU)