Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da imunogenicidade de proteínas recombinantes preditoras de cura e prevenção de novas infecções intramamárias por staphylococcus aureus em vacas leiteiras

Processo: 18/23572-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2019 - 31 de maio de 2021
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica e Cirurgia Animal
Pesquisador responsável:Camila Freitas Batista
Beneficiário:Camila Freitas Batista
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde. Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados: Adriano França da Cunha ; Alice Maria Melville Paiva Della Libera ; Eduardo Milton Ramos Sanchez ; Fernando Nogueira de Souza ; Hiro Goto ; Magnus Ake Gidlund ; Marcos Bryan Heinemann ; Mônica Maria Oliveira Pinho Cerqueira
Assunto(s):Qualidade do leite  Mastite  Resposta imune  Vacinas 

Resumo

S. aureus é o patógeno mais frequentemente isolado dos casos de mastite, gerando grandes prejuízos econômicos aos produtores de leite quando comparado com os demais patógenos causadores de mastite. Ainda no século XXI não foi encontrado uma alternativa para eliminar esta enfermidade de vez dos rebanhos, afetando os maiores países produtores de leite mundial. Por ser uma doença de causa multifatorial que envolve uma serie de esforços em vários patamares na tentativa de minimizar os danos causados por ela. Com isto, muitos estudos tem se esforçado para buscar alternativas, como o desenvolvimento de vacinas contra S. aureus, porém nenhuma das vacinas desenvolvidas até hoje foram capazes de induzir uma resposta imune eficiente, e uma provável causa para este evento está atrelado ao fato de que as vacinas desenvolvidas contra este patogeno deverão focar na resposta de células T, tornado-as dessa forma, efetivas. Outro fator limitante é a falta de conhecimento sobre o poder protetivo de proteínas codificadas pelo genoma de S.aureus, tornando o desafio do desenvolvimento de uma vacina ainda maior. Dessa forma o presente estudo tem por objetivo avaliar a resposta imune induzida por estimulo com seis diferentes protéinas isoladas de S. aureus (F0F1 ATP synthase subunit alpha (SAS), succinyl-diaminopimelate desuccinylase (SDD), cysteinyl-tRNA synthetase (CTS), transmembrane protein phosphoglycerate kinase (FGQ), elongation factor-G (CFA) e enolase (ENO), relacionados a cura bacteriológica e prevenção de novas infecções intramamárias causadas por S.aureus em vacas leiteiras em diferentes perfis de produção (modelo multicêntrico), por meio de citometria de fluxo com gates realizados em células B (CD21+), T (CD3+), T CD4+, T CD8 +, e células T gama-delta (WC1), além de suas respectivas subpopulações de linfócitos B (CD21+), T (CD3+), T CD4+, T CD8 +, B (CD21+) e células T gama-delta (WC1) de memória (CD45RO+). As citocinas IL-17A e IFN-³, serão mensuradas utilizando kits comerciais. Espera-se com este estudo avaliar o potencial de proteínas relacionados a cura bacteriológica e prevenção de novas infecções na indução de resposta imune humoral. (AU)