Busca avançada
Ano de início
Entree

EMU concedido no processo 2017/21629-5, citômetro FACS Melody 2-lasers, 6-colors (4-2) blue Violet

Processo: 19/11213-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa Equipamentos Multiusuários
Vigência: 01 de julho de 2019 - 30 de junho de 2026
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Celular
Pesquisador responsável:Vânia Luiza Deperon Bonato
Beneficiário:Vânia Luiza Deperon Bonato
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/21629-5 - Estratégias para estudar inflamação pulmonar no contexto de comorbidades, AP.TEM
Página web do EMU: Página do Equipamento Multiusuário não informada
Agendamento de uso: E-mail de agendamento não informado

Resumo

As comorbidades representam um dos fatores relacionados com desenvolvimento de formas mais graves da asma e da tuberculose. Ambas as doenças são imuno-mediadas (imunopatologias), caracterizadas pela exacerbação da inflamação pulmonar, porém,desencadeadas por mecanismos efetores distintos. Os Subprojetos contidos nesta Proposta têm um objetivo claro: determinar mecanismos que exacerbam a inflamação pulmonar, visando à identificação de moléculas ou células que possam representar a busca de alvos imunológicos para o desenvolvimento de terapias inovadoras para as formas mais graves de asma e tuberculose. Para isso usaremos modelos experimentais de asma e pneumonia causada por pneumococo, obesidade e tuberculose, diabetes e tuberculose, que são comorbidades associadas com a imunopatologia de ambas as doenças. Para complementar os estudos pré-clínicos, ensaios com amostras de pacientes com asma ou tuberculose também estão contemplados nesta Proposta com a finalidade de comprovar a existência de correlações entre fatores de risco, como o diagnóstico de diabetes ou a infecção com pneumococo, e os desfechos escolhidos, ou seja, genes associados com a resposta inflamatória. O segundo objetivo claramente definido é a formação de recursos humanos e o desenvolvimento de pesquisa de qualidade com potencial translacional. Desse modo buscamos a capacitação intelectual, ética, científica e crítica para obtenção de resultados inovadores e consistentes que possam repercutir positivamente na difusão da ciência brasileira perante o mundo. (AU)