Busca avançada
Ano de início
Entree

Estratégia integrada para o estudo de agentes infecciosos causadores de doenças emergentes e/ou negligenciadas transmitidas por vetores de impacto global

Processo: 17/27131-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Temático
Vigência: 01 de julho de 2019 - 30 de junho de 2024
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Paola Marcella Camargo Minoprio
Beneficiário:Paola Marcella Camargo Minoprio
Instituição-sede: Centro de Inovação da USP (INOVA). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Edison Luiz Durigon ; Eduardo Massad ; Helder Takashi Imoto Nakaya ; Paolo Marinho de Andrade Zanotto ; Patricia Cristina Baleeiro Beltrão Braga
Assunto(s):Biologia molecular  Imunologia  Patógenos  Doenças transmissíveis emergentes  Doenças negligenciadas  Sistema nervoso central 

Resumo

Esta nova parceria Pasteur/USP está particularmente focada em doenças infecciosas emergentes e negligenciadas transmitidas por insetos vetores, que causam respostas imunes muito complexas e que produzam distúrbios no sistema nervoso, consequentemente impactando a saúde pública e animal. Os parceiros desta proposta estarão localizados numa nova Plataforma Cientifica, no novo "Centro de Inovação InovaUSP", um local estrategicamente concebido para implementar um novo modelo de espaço para a pesquisa científica em proximidade com a academia. O objetivo tecnológico desta Plataforma é de fortalecer o desenvolvimento de iniciativas conjuntas com um alto grau de infraestrutura e equipamentos de ponta, compartilhando expertises, tecnologias e "savoir-faire", em vista de descobertas conjuntas e inovadoras de produtos e processos. Este projeto está estruturado em programas de pesquisa complementares de 3 grupos das duas instituições que, por meio desta força tarefa, pretendem reforçar seus laços científicos respondendo a questões de interesse médico e veterinário. Este projeto propõem os seguintes objetivos científicos: (i) gerar patógenos bioluminescentes e fluorescentes que permitam a análise em tempo real dos detalhes das interações destes agentes com seus hospedeiros; (ii) decifrar os mecanismos imunes, inflamatórios e a patogênese desencadeados por estes agentes infecciosos principalmente visando o entendimento do desenho robusto do cérebro; (iii) construir um banco de dados à partir da integração de resultados gerados por Omics, Biologia Molecular e Imunologia; e (iv) identificar novos alvos para o desenvolvimento de métodos preventivos, de diagnóstico/prognóstico e terapêuticos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Pós-doutorado em parasitologia e virologia com bolsa da FAPESP 
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.