Busca avançada
Ano de início
Entree

Síntese assistida por Luz Visivel de nanohíbridos de nanopartícula de prata/fotossensibilizadores em matriz polimérica e sua aplicação sinérgica em fototerapia

Processo: 19/01604-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de maio de 2019 - 30 de abril de 2021
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Físico-química
Pesquisador responsável:Diogo Silva Pellosi
Beneficiário:Diogo Silva Pellosi
Instituição-sede: Instituto de Ciências Ambientais, Químicas e Farmacêuticas (ICAQF). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Diadema. Diadema , SP, Brasil
Pesq. associados:Hueder Paulo Moisés de Oliveira ; Laura Oliveira Péres Philadelphi
Assunto(s):Polímeros  Fármacos fotossensibilizantes  Nanopartículas de prata 

Resumo

A crescente resistência de microrganismos a antibióticos e outros fármacos é um sério problema em todo o mundo. A recuperação destas infecções requer tratamentos usualmente associados com efeitos colaterais danosos e alto custo. Neste cenário, nanopartículas de prata (AgNP) têm sido utilizadas devido a sua potente atividade bactericida e a não indução de resistência no pós-tratamento. As AgNP também apresentam uma banda de absorção plasmônica que, quando combinada com moléculas fotosessibilizadoras (FS), promove a geração sinérgica de espécies reativas e oxigênio in situ potencializando seu efeito citotóxico. Apesar das vantagens, a combinação AgNP/FS é pouco explorada dada a dificuldade no controle do tamanho e forma das AgNP no seu processo sintético, o qual usualmente requer condições severas como o uso de fortes agentes redutores ou altas temperaturas. Neste aspecto, o presente projeto irá introduzir uma nova abordagem para a síntese das AgNP em solução aquosa, através do uso de luz visível e de copolímeros biocompatíveis como matriz para a síntese e estabilização das NP formadas. Neste processo as propriedades da AgNP são facilmente moduladas em uma síntese "um-pote" ecologicamente correta. Os polímeros servem como matriz para encapsular os nanohíbridos AgNP/FS a fim de potencializar suas aplicações antimicrobianas. Uma vez otimizada a síntese e propriedades dos nanohíbridos, seu potencial fotodinâmico será explorado. A partir deste ponto, uma ampla gama de aplicações se abrirão para futuros desenvolvimentos, como a produção de formulações em gel ou filmes, bem como aplicações biomédicas em diferentes patologias serão consideradas. (AU)