Busca avançada
Ano de início
Entree

Uma metodologia para apoiar o reuso na especificação de modelos de Performabilidade

Processo: 19/02144-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2019 - 31 de maio de 2021
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Ciência da Computação - Metodologia e Técnicas da Computação
Pesquisador responsável:Leonardo Montecchi
Beneficiário:Leonardo Montecchi
Instituição-sede: Instituto de Computação (IC). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil

Resumo

A avaliação baseada em modelos desempenha um papel fundamental na avaliação de dependability e performability dos sistemas. A modelagem permite que o sistema seja analisado em diferentes n1veis de abstração e sob diferentes condições, mas sem exercitar o sistema real. As Redes de Petri Estocásticas e suas extensões são um formalismo matemático amplamente utilizado para avaliar propriedades não funcionais em várias áreas. Elas têm várias vantagens importantes: fornecem uma notação gráfica conveniente, suportam diferentes n1veis de abstração e permitem representar eventos aleatórios (por exemplo, falhas de componentes). No entanto, a aplicação destes modelos para a análise de performabilidade dos sistemas modernos está enfrentando grande desafios: o tamanho dos sistemas está cada vez maior, estão se tornando massivamente distribu1dos, interconectados e em evolução. A complexidade causada pelo alto número de componentes, pelas suas interações e pelas rápidas mudanças representam um grande desafio para a especificação de tais modelos. Na disciplina de engenharia de software, existem maneiras bem estabelecidas de lidarcom a complexidade. Conceitos como modularização, reuso, composição, herança, etc., são algumas das ferramentas básicas de qualquer desenvolvedor de software. Porém, estes conceitos não são comuns da mesma forma na construção de modelos de performabilidade. O objetivo deste projeto é definir uma metodologia para apoiar a modularidade e o reuso na construção e no gerenciamento de modelos de performability, principalmente em modelos baseados em redes de Petri Estocásticas. Planejamos resolver esse problema usando uma abordagem dirigida port modelos, ou seja, combinando linguagens espec1ficas de dom1nio e transformações de modelo. A metodologia proposta neste projeto será avaliada através de sua aplicação em casos de uso concretos, comparando-a com o processo tradicional de especificação de tais modelos. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.