Busca avançada
Ano de início
Entree

Produção microbiana de ácido hialurônico a partir de meio de cultura de origem vegetal e de baixo custo

Processo: 17/22554-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de setembro de 2019 - 31 de maio de 2020
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Química - Processos Industriais de Engenharia Química
Pesquisador responsável:Rhelvis de Campos Oliveira
Beneficiário:Rhelvis de Campos Oliveira
Empresa:Rhelvis de Campos Oliveira
CNAE: Fabricação de produtos químicos orgânicos não especificados anteriormente
Fabricação de cosméticos, produtos de perfumaria e de higiene pessoal
Município: Mogi Guaçu
Pesquisadores principais:Marcos Spitzer
Pesq. associados: Jean Vinícius Moreira
Assunto(s):Ácido hialurônico  Produção 

Resumo

O ácido hialurônico (AH) é um polissacarídeo linear com diversas aplicações nas áreas médica e farmacêutica. Atualmente o AH é principalmente empregado em produtos para a pele, tratamentos de osteoartrite e cirurgias oftalmológicas. Apesar do AH ainda ser produzido por via extração animal, a rota microbiana de produção cresce cada vez mais, com vantagens relacionadas à segurança (contaminação por vírus), controle de produção e facilidade de purificação. Em comparação com o comumente utilizado extrato de levedura, as fontes vegetais de nitrogênio poderiam reduzir substancialmente os custos de produção e purificação do AH obtido por via microbiana. Com base nisso, o presente projeto busca a viabilização técnica da produção microbiana do AH a partir de meio de cultura de origem vegetal e de baixo custo, oferecendo o produto na sua forma nativa com grau cosmético de purificação. Serão utilizados derivados de grão de bico, feijão, aveia e soja que não tenham sofrido qualquer tipo de tratamento químico ou enzimático. Os cultivos serão realizados em shaker (Etapa 1) e biorreator (Etapa 2), de acordo com metodologias pré definidas, mantendo a mesma razão Sacarose/Nitrogênio em todos os cultivos. A avaliação da performance de cada fonte vegetal irá depender dos resultados de produção e massa molar do AH obtido. Os resultados desta pesquisa contribuirão para a redução dos custos com meio de cultura, visando à inédita produção microbiana do AH no Brasil a partir de componentes de origem vegetal. (AU)