Busca avançada
Ano de início
Entree

Circuitos neurais envolvidos no estresse social: implicações para alterações em animais estressados pré-natalmente

Processo: 19/05579-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisador Visitante - Internacional
Vigência: 24 de maio de 2020 - 23 de junho de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Anatomia
Convênio/Acordo: CONFAP ; Newton Fund, com FAPESP como instituição parceira no Brasil ; UK Academies
Pesquisador responsável:Simone Cristina Motta
Beneficiário:Simone Cristina Motta
Pesquisador visitante: Paula Jane Brunton
Inst. do pesquisador visitante: University of Edinburgh, Escócia
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:16/18667-0 - Manipulando o circuito neural da defesa social, AP.JP
Assunto(s):Hipotálamo  Neuroanatomia  Estresse  Intercâmbio de pesquisadores 

Resumo

O estresse social é o resultado fisiológico e psicológico após os conflitos sociais. Em ratos, estudos anteriores mostraram que o núcleo pré-mamilar dorsal do hipotálamo (PMD) é crucial para organizar os comportamentos defensivos expressos durante ameaças sociais (Motta et al., 2009). Dados preliminares indicam que as lesões de PMD impedem a liberação de corticosterona sob um ataque de rato dominante, enquanto o RNA de CRF é aumentado no núcleo paraventricular do hipotálamo (PVH) e diminuído em CeA. Até o momento, não foi descrita uma conexão direta entre o PMD e os circuitos de estresse conhecidos, mas uma possível via na qual o PMD poderia influenciar estes circuitos poderia ser através da parte dorsal da substância cinzenta periaquedutal que se projeta para áreas adjacentes do PVH. Estas conexões podem ser alteradas em animais lesionados por PMD. Mais experimentos são necessários para entender melhor a relação entre PMD e PVH. Além disso, o estresse social é uma situação muito importante para animais, levando a pronunciadas alterações fisiológicas que têm sido consideradas como um modelo de depressão em roedores. Uma vez que os animais que sofreram estresse pré-natal apresentam uma variedade de alterações comportamentais, queremos investigar se esses animais são mais suscetíveis a desenvolver respostas de depressão geradas após o estresse social. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.