Busca avançada
Ano de início
Entree

Big Data como conexão entre padrões de viagens, infraestrutura urbana e medidas de tráfego para melhoria da segurança viária

Processo: 19/05515-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisador Visitante - Internacional
Vigência: 28 de março de 2020 - 27 de abril de 2020
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Transportes - Planejamento de Transportes
Convênio/Acordo: CONFAP ; Newton Fund, com FAPESP como instituição parceira no Brasil ; UK Academies
Pesquisador responsável:Cassiano Augusto Isler
Beneficiário:Cassiano Augusto Isler
Pesquisador visitante: Yue Huang
Inst. do pesquisador visitante: University of Leeds, Inglaterra
Instituição-sede: Escola Politécnica (EP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil

Resumo

Para melhorar a mobilidade urbana e segurança viária, planejadores e autoridades precisam identificar o(s) grupo(s) de usuários afetados pelas restrições de capacidade e segurança das vias urbanas, além de investigar as relações entre os padrões de viagens, as medidas de tráfego e a infraestrutura urbana.Este projeto é uma iniciativa conjunta do Departamento de Engenharia de Transportes da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo e do Institute for Transport Studies (ITS) da Universidade de Leeds (Inglaterra). O objetivo é identificar relações entre medidas de tráfego, padrões de viagens, infraestrutura viária urbana e segurança viária por fontes de dados de grande porte, como estratégia para a proposta de políticas para melhoria da mobilidade urbana. Banco de dados referentes a contagens de tráfego e padrões de viagens reportados por aplicativos de celular (por exemplo, o Waze) serão utilizados no contexto de uma cidade brasileira de médio porte para analisar o comportamento de usuários de automóveis. A partir disso, informações sobre acidentes de trânsito serão relacionadas com medidas de tráfego e a infraestrutura urbana como ferramenta para a proposta de intervenções operacionais e estruturais em um esforço coordenado para melhorar a mobilidade urbana e segurança viária.Mais especificamente, as seguintes atividades são previstas:*Definição do escopo da mobilidade pela estruturação de bancos de dados sobre condições de tráfego em uma cidade brasileira. *Análise e modelagem das relações entre medidas de tráfego, padrões de viagens, infraestrutura urbana e segurança viária a partir dos bancos de dados de grande porte. *Análise dos efeitos das medidas de intervenção que afetam a condição de tráfego e a segurança viária no ambiente urbano. *Extensão e análise do efeito das medidas de intervenção em áreas urbanas de maior porte, como a cidade de São Paulo, ou outras cidades brasileiras de porte similar ao caso estudado. Análises serão realizadas para identificar as principais condições estruturais e operacionais do ambiente urbano que levam ao congestionamento e riscos à segurança dos usuários. O projeto busca propor soluções para redução dos tempos de viagem e dos acidentes de trânsito a partir de intervenções na infraestrutura viária das cidades. O projeto será apoiado pela Secretaria de Planejamento Urbano e Desenvolvimento Sustentável (SEPUD) do município de Joinville-SC, por meio do acesso a dados sobre o tráfego e a infraestrutura viária urbana. A pesquisa é motivada por problemas da realidade brasileira e viabilizará a transferência de conhecimento internacional em pesquisas sobre mobilidade. Além disso, o projeto permitirá o início de uma nova colaboração acadêmica formal, uma vez que atrai diferentes conhecimentos de dois grupos de pesquisa com aspirações semelhantes para melhorar a segurança viária urbana.O projeto inclui uma visita de estágio do Dr. Yue Huang do ITS ao Brasil em 2020. A visa disseminar os resultados da pesquisa no âmbito universitário, industrial e governamental, bem como entender os problemas, oportunidades e desafios das cidades. Além disso, os resultados esperados incluem um artigo publicado em periódico internacional com alto fator de impacto na área de Engenharia de Transportes, além da colaboração de longo prazo entre os pesquisadores envolvidos. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.