Busca avançada
Ano de início
Entree

Fatores de risco para perda de dentes em adultos: estudo de coorte prospectivo de base populacional

Processo: 19/14899-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de agosto de 2019 - 31 de janeiro de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Odontologia Social e Preventiva
Pesquisador responsável:Maria da Luz Rosario de Sousa
Beneficiário:Maria da Luz Rosario de Sousa
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Adultos  Epidemiologia  Epidemiologia bucal 

Resumo

O objetivo deste estudo foi identificar os fatores de risco para perda dentária em uma faixa etária estendida de adultos com mais de 4 anos. O estudo de coorte prospectivo avaliou adultos (20-64 anos) em 2011 e 2015, de Piracicaba, São Paulo, Brasil. A seleção da amostra foi planejada com base na população adulta da cidade. Os critérios de inclusão foram residências sorteadas por unidade de setor censitário (um adulto por domicílio). Os critérios de exclusão compreenderam um estado físico ou psicológico que impedia a realização de procedimentos clínicos ou a compreensão do questionário. O exame bucal domiciliar foi realizado utilizando-se o índice de dentes cariados, perdidos e obturados (CPOD), o Índice Periodontal Comunitário de acordo com a Organização Mundial de Saúde e o biofilme visível. Dados demográficos e socioeconômicos, informações sobre hábitos de saúde e o uso de serviços odontológicos foram obtidos por meio de questionário. O resultado foi a presença de perda dentária, avaliada pela diferença entre os dentes perdidos (M> 0) do CPO-D em 2011 e em 2015. O modelo teórico conceitual 'Ethnicity, aging and oral health outcomes' foi adaptado para a perda dentária e usado em uma análise hierárquica (p <0,20). A categoria de referência para a regressão de Poisson foram indivíduos sem dentes ausentes (M) devido à cárie ou doença periodontal (p <0,05). Houve um total de 143 (taxa de seguimento = 57,7%) participantes no estudo de quatro anos, e houve incidência de perda dentária em 51 (35,7%) adultos durante este período. Os fatores de risco para perda dentária foram motivo de procura de serviços odontológicos pela dor (RR = 2,72; IC95%: 1,04-7,37), perda dentária prévia (RR = 3,01; IC95%: 1,18-7,73) e dentes cariados (RR = 2,87, IC 95%: 1,22-6,73). Os fatores de risco para a perda dentária foram: razão para procurar serviços odontológicos por dor, perda dentária prévia e cárie dentária. (AU)