Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência do clima em epidemias de malária na fronteira sul de sua ocorrência

Processo: 19/16933-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de setembro de 2019 - 29 de fevereiro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Matemática - Matemática Aplicada
Pesquisador responsável:Roberto André Kraenkel
Beneficiário:Roberto André Kraenkel
Instituição-sede: Instituto de Física Teórica (IFT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Clima  Análise de séries temporais  Epidemiologia  Malária  Causalidade 

Resumo

neste trabalho analisamos os principais forçantes ambientais de casos de malária no noroeste da Argentina. Inspeccionamos relações causais entre malária e variáveis climáticas através da técnica de "convergent cross mapping", que provê uma critério de causalidade baseado na teoria dos sistemas dinâmicos. A análise está baseada em uma série de doze anos de casos, semanais, de malária P. vivax em Tartagal, Salta, Argentina - o limite sul da incidência de malária nas Américas -juntamente com séries temporais de temperatura e umidade para o mesmo período. Nossos resultados mostram a existência de vínculos causais entre o número de casos de malária e a temperatura máxima diária - com atraso de cin co semans, e com a temperatura mínima, com atraso de vinte e duas semanas. Unidade é também um fator causal, com um intervalo de treze semanas entre causa e feito. Ademais, nossos resultados indicam que o aumento de eventos extremos pode aumentar o risco de malária e a sua emergência para além dos limites atuais. (AU)