Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência do clima em epidemias de malária na fronteira sul de sua ocorrência

Resumo

neste trabalho analisamos os principais forçantes ambientais de casos de malária no noroeste da Argentina. Inspeccionamos relações causais entre malária e variáveis climáticas através da técnica de "convergent cross mapping", que provê uma critério de causalidade baseado na teoria dos sistemas dinâmicos. A análise está baseada em uma série de doze anos de casos, semanais, de malária P. vivax em Tartagal, Salta, Argentina - o limite sul da incidência de malária nas Américas -juntamente com séries temporais de temperatura e umidade para o mesmo período. Nossos resultados mostram a existência de vínculos causais entre o número de casos de malária e a temperatura máxima diária - com atraso de cin co semans, e com a temperatura mínima, com atraso de vinte e duas semanas. Unidade é também um fator causal, com um intervalo de treze semanas entre causa e feito. Ademais, nossos resultados indicam que o aumento de eventos extremos pode aumentar o risco de malária e a sua emergência para além dos limites atuais. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)