Busca avançada
Ano de início
Entree

EMU concedido no processo 2018/08782-1: sistema para fotolitografia por escrita direta

Processo: 19/10606-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa Equipamentos Multiusuários
Vigência: 01 de setembro de 2019 - 31 de agosto de 2026
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Pesquisador responsável:Mauro Bertotti
Beneficiário:Mauro Bertotti
Instituição-sede: Escola Politécnica (EP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:18/08782-1 - Sensores químicos miniaturizados e integrados: novas plataformas de fabricação para aplicações biológicas, clínicas e ambientais, AP.TEM
Assunto(s):Sensores químicos  Eletroanalítica  Microfluídica  Microfabricação  Microeletrodos 
Página web do EMU: Página do Equipamento Multiusuário não informada
Agendamento de uso: E-mail de agendamento não informado

Resumo

Diversas técnicas analíticas emergentes têm surgido nos últimos anos, mas quando o problema envolve determinações em diversos locais de amostragem, o custo e a logística para a posterior realização de análise química laboratorial consistem em aspectos desvantajosos. Tais problemas podem ser melhor resolvidos com o uso de dispositivos que funcionem de forma autônoma no local de amostragem ou próximo a ele, reduzindo os riscos de erro e contaminação associados à aquisição manual de amostras, armazenamento e transporte. Um sensor químico de leitura direta opera detectando e respondendo de maneira rápida à presença ou à quantidade de um analito com base em alguma interface existente entre o sensor e a amostra. Esses dispositivos são capazes de lidar com volumes muito pequenos e realizar ensaios em curtos períodos, portanto, a miniaturização oferece uma plataforma adequada para portabilidade e automação. Dependendo dos parâmetros selecionados, os dispositivos podem ser fabricados para coleta de sinal analógico, processamento, registro e apresentação remota de informações. Nesse cenário, o presente projeto de pesquisa visa ao planejamento e desenvolvimento de sistemas integrados para monitoramento em tempo real de alguns compostos-alvo em locais de relevância ambiental, biológica e clínica. Os dispositivos propostos consistirão em vários sensores eletroquímicos e ópticos miniaturizados, alguns deles com abordagem wearable, e ênfase será dada à construção de sistemas que possam ser facilmente empregados e que possuam operação confiável e de longa duração. Alta seletividade em relação aos analitos desejados será alcançada com plataformas projetadas com base em novos materiais. Na ausência de seletividade favorável, diferentes estratégias serão empregadas, tais como abordagens matemáticas (análise quimiométrica) ou a separação do analito da matriz da amostra usando dispositivos microfluídicos. Os sensores desenvolvidos terão que satisfazer requisitos analíticos (por exemplo, redução da resposta à deriva, resistência ao envenenamento da superfície e alta seletividade, exatidão e precisão), bem como demandas tecnológicas (produção em larga escala a baixo custo, baixo consumo de energia e eletrônica robusta). (AU)