Busca avançada
Ano de início
Entree

Identificação, quantificação e monitoramento de DNA Tumoral Livre Circulante em sangue periférico em pacientes com Linfoma Difuso de Grandes Células B pela técnica de Varredura Z e de perfil personalizado de câncer por sequenciamento profundo (CAPP-Seq)

Resumo

O Linfoma não-Hodgkin Difuso de Grandes Células B (LDGCB) é o subtipo de linfoma mais comum no Ocidente, e representa a décima primeira forma mais comum de câncer no Brasil. Devido à sua grande heterogeneidade clínica e biológica, é necessário um diagnóstico rápido e preciso para que se possa melhorar a sobrevida dos pacientes. Foi demonstrado anteriormente que uma técnica denominada Varredura Z (Z-Scan) é capaz de determinar a presença de DNA tumoral livre circulante no sangue periférico em tempo real. Por ser uma técnica altamente específica e sensível, poderá refletir com precisão a carga tumoral, auxiliando no diagnóstico dessas neoplasias e no monitoramento de doença residual mínima (controle pós tratamento). Devido ao aspecto inédito da Varredura Z como um método de identificação e quantificação em doenças onco-hematológicas, iremos realizar em conjunto uma técnica mais consolidada e de confiança para validação dos resultados observados. Para isso, utilizaremos o método denominado perfil personalizado de câncer por sequenciamento profundo (CAPP-seq). Prevemos implementar esta técnica inovadora baseada em propriedades físico-químicas do ctDNA que poderá ser usada futuramente para o diagnóstico rápido, não invasivo, de alta sensibilidade e especificidade, e de custo acessível de linfoma difuso de grandes células B no Sistema Único de Saúde (SUS). Além disso, a técnica poderá ser utilizada no monitoramento de ctDNA como biomarcador para a detecção precoce de respondedores lentos, rápidos e resistentes ao tratamento imunoquimioterápico. (AU)