Busca avançada
Ano de início
Entree

Manufatura de tubos e perfis estruturais em compósitos reforçados pelo processo de filament winding

Processo: 17/08694-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de outubro de 2019 - 30 de junho de 2020
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Mecânica - Processos de Fabricação
Pesquisador responsável:Marcio Marques da Silva
Beneficiário:Marcio Marques da Silva
Empresa:M M da Silva Fibras e Resinas Sintéticas - ME
CNAE: Fabricação de produtos diversos não especificados anteriormente
Município: São Carlos
Assunto(s):Fibras artificiais  Materiais compósitos 

Resumo

A procura de materiais com características de elevada resistência mecânica e baixa densidade e a aplicação destes materiais em produtos comerciais que possam ser utilizados pela sociedade é um desafio constante à engenharia. Materiais Compósitos Reforçados por Fibras (MCRF) têm respondido a esta solicitação com sucesso. Dentre os vários processos de fabricação com MCRF, filament winding (FW) (enrolamento filamentar ou bobinagem de filamento) tem se destacado pela sua capacidade de produção de perfis e tubos estruturais direcionando a resistência do produto para a solicitação necessária, resultando num produto otimizado, tendo FW uma vasta aplicação nos mais variados segmentos. No Brasil sua participação é da ordem de 8,7% no mercado de compósitos, tendo aplicações na manufatura de vasos de pressão, tubos, etc. Este projeto visa à utilização do processo de FW para obtenção de componentes estruturais com aplicação em várias áreas. O estudo da engenharia e design do produto, ensaios mecânicos e funcionais, inovação por meio de novas técnicas de enrolamento e composição de material, a investigação do potencial de mercado e viabilidade comercial. A abertura de uma microempresa no Parq Tech de São Carlos, uma incubadora de empresas, onde serão realizados os trabalhos de pesquisa, projeto, manufatura e relatórios; os ensaios mecânicos e funcionais por sua vez serão realizados na Escola de Engenharia de São Carlos USP. Será apresentado um plano de negócios contemplando o resultado das investigações do potencial de mercado e da viabilidade comercial dos produtos estudados para o segundo passo, a Fase 2 do PIPE. (AU)