Busca avançada
Ano de início
Entree

Desvendando os mecanismos moleculares da regulação gênica mediada por microRNAs

Processo: 19/15682-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de setembro de 2019 - 29 de fevereiro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Animal
Pesquisador responsável:Danillo Pinhal
Beneficiário:Danillo Pinhal
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:18/05484-0 - Análise funcional de microRNAs na desdiferenciação celular durante o processo de regeneração tecidual no modelo zebrafish, AP.R
Assunto(s):Regulação da expressão gênica  Genômica funcional  Biologia computacional 

Resumo

MicroRNAs (miRNAs) são RNAs não-codificadores que regulam uma ampla gama de vias biológicas através da modulação pós-transcricional dos níveis de expressão gênica. Dado que mesmo um único miRNA pode controlar simultaneamente várias funções biológicas, seria de se esperar que eles tivessem a capacidade de classificar corretamente entre processos biológicos distintos, a fim de impulsionar a produção de produtos gênicos requerida por múltiplas funções celulares. Aqui, realizamos uma análise de enriquecimento funcional agrupando genes codificadores de proteínas de acordo com a intensidade das mudanças em seus níveis de expressão causados pela superexpressão de dez miRNAs-chave. Esta análise demonstrou que os miRNAs são capazes de modular distintamente a expressão gênica de acordo com a função biológica a que um alvo específico é designado. Além disso, encontramos evidências de que tal modus operandi de regulação de miRNA é um fenômeno conservado dentro de vertebrados. Finalmente, analisamos em profundidade as vias biológicas reguladas por três miRNAs, a fim de melhor compreender a relevância dessa ocorrência no contexto celular. Descobrimos uma complexa rede regulatória de grupamentos de miRNAs cuja especificidade é dependente da intensidade da repressão sobre seus alvos. Esses dados ajudam a esclarecer os mecanismos subjacentes à atividade funcional de diferentes miRNAs, melhorando a análise futura de seu enriquecimento em processos biológicos distintos. (AU)