Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação das proteínas diferencialmente expressas na saliva associadas à periodontite em gestantes obesas e eutróficas no pré e pós-termo

Processo: 18/25934-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de outubro de 2019 - 30 de setembro de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Odontopediatria
Pesquisador responsável:Silvia Helena de Carvalho Sales Peres
Beneficiário:Silvia Helena de Carvalho Sales Peres
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Pesq. associados:Marília Afonso Rabelo Buzalaf
Assunto(s):Gravidez  Proteômica  Periodontite  Obesidade 

Resumo

A obesidade e a gestação são fatores nos quais podem ser percebidas alterações sistêmicas e bucais. O tecido adiposo de pacientes obesos secreta mediadores inflamatórios que são capazes de reduzir a resposta imune do hospedeiro e exacerbar a resposta inflamatória. O mesmo ocorre com as gestantes frente ao desequilíbrio de estrógeno e progesterona. Portanto, tanto a obesidade quanto a gestação estão associadas com inflamação exagerada dos tecidos periodontais. A análise proteômica da saliva é um método de identificação em ampla escala das proteínas diferencialmente expressas na saliva e biomarcadores, os quais podem ser utilizados em diagnósticos de doenças locais e sistêmicas. O objetivo deste estudo será monitorar o estado inflamatório de mulheres obesas através da identificação de proteínas diferencialmente expressas na saliva associadas ou não com periodontite nos períodos pré e pós-termo. A amostra será composta por 40 gestantes divididas em: GOP - obesas com periodontite (n=10); GOSP - obesas sem periodontite (n=10); GEP - eutróficas com periodontite (n=10); e GESP - eutróficas sem periodontite (n=10), as quais serão avaliadas no 3 trimestre de gestação (T1) e após, no mínimo, 3 meses do parto (T2). Para o agrupamento da amostra serão obtidos os parâmetros antropométricos - peso, altura e Índice de Massa Corporal (IMC); e os parâmetros periodontais - Profundidade de Sondagem (PS) e Nível Clínico de Inserção (NCI). A periodontite será considerada a partir da presença de 2 ou mais sítios interproximais de com NCI e 3 mm e 2 ou mais sítios interproximais de diferentes dentes com PS e 4 mm ou 1 sítio interproximas com PS e 5 mm. Para a análise proteômica da saliva as amostras serão avaliadas individualmente e, posteriormente, serão processadas para análise por Espectrometria de Massa (Nano Liquid Chromatography Electron Spray Ionization Tandem Mass Spectrometry - nLC-ESI-MS/MS). Os espectros MS/MS obtidos serão confrontados com bases de dados de proteínas humanas (UniProtKB/Swiss-Prot). A quantificação livre de marcadores será realizada utilizando o software Protein Lynx Global Service (PLGS). Para a comparação dos parâmetros antropométricos e periodontais, inicialmente será aplicado o teste de Kolmogorov-Smirnov para avaliar a normalidade das variáveis quantitativas (peso, altura, IMC, Profundidade de Sondagem e Nível Clínico de inserção). Serão aplicados os testes de ANOVA para as variáveis quantitativas com distribuição normal e Friedman para as variáveis quantitativas sem normalidade. O nível de significância de 5% será adotado. (AU)