Busca avançada
Ano de início
Entree

III Congresso Internacional de envelhecimento ativo "envelhecimento da classe trabalhadora, expropriação e resistência no Século XXI" e i encontro das UNATIs da UNESP

Processo: 19/11582-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Organização de Reunião Científica
Vigência: 23 de outubro de 2019 - 25 de outubro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Serviço Social - Serviço Social Aplicado
Pesquisador responsável:Nanci Soares
Beneficiário:Nanci Soares
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Humanas e Sociais (FCHS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Franca. Franca , SP, Brasil
Assunto(s):Resistência  Expropriação 

Resumo

É uma temática atual e relevante, pois o envelhecimento populacional é um fenômeno, que está ocorrendo mundialmente. É um desafio para o Século XXI exigindo novas posturas do poder público e da sociedade civil. É necessária a responsabilização do Estado na materialização dos direitos da população idosa, para o envelhecimento digno e ativo, bem como a mobilização da sociedade civil para exigir a efetivação de tais políticas, contribuindo para construção de uma sociedade sem opressão de classe, etnia, gênero e mesmo geração. É importante a discussão, pois existem várias inovações nos debates sobre envelhecimento e velhice, o evento propiciará interlocução entre os pesquisadores das diversas áreas do conhecimento, que estudam e pesquisam a temática, do Brasil e do mundo. Eventos com esta temática ainda são incipientes e devem ser estimulados pela academia, órgãos de fomento, profissionais da área e pela sociedade civil, a fim de se estabelecer diálogos amplos e profícuos que possibilitem identificar a relevância do processo de envelhecimento e velhice na sociedade do capital. Neste sentido, foi idealizado pelo Grupo de Estudo e Pesquisa de Envelhecimento, Políticas Públicas e Sociedade - GEPEPPS, o III Congresso Internacional De Envelhecimento Ativo "Envelhecimento Da Classe Trabalhadora, Expropriação E Resistência No Século XXI", proporcionando assim um debate profícuo sobre o envelhecimento e velhice sob a perspectiva de totalidade, debatendo sobre a centralidade da exploração da força de trabalho, bem como evidenciar os processos de luta e resistência cotidiana dos(as) velhos(as) trabalhadores(as). Em 2019, pensamos em atender também o público idoso, assim faremos o I Encontro das UNATIs da UNESP, objetivando reflexões profícuas sobre os projetos desenvolvidos pela UNESP. Trazer palestrantes que estudam e pesquisam a temática numa perspectiva critica propiciando um debate sobre de qualidade de vida da pessoa idosa, bem como os desafios do envelhecer no Séc. XXI. (AU)