Busca avançada
Ano de início
Entree

Uma mini-revisão sobre a entrega de fármacos através da tecnologia de wafer: Formulação e fabricação de liofilizados bucais e orais

Resumo

Um grande número de pacientes tem dificuldade em engolir ou temem agulhas. Portanto, as formas de dosagem bucais e orodispersíveis (ODFs) representam uma importante estratégia para melhorar a adesão do paciente. Além de não requerer ingestão de água, deglutição ou agulhas, estas formas de dosagem permitem a modulação da liberação do fármaco. ODFs incluem liofilizados orais ou wafers, que apresentam desintegração ainda mais rápida do que suas contrapartes compactadas. A liofilização também pode produzir wafers bucais que aderem à mucosa para liberação sustentada do fármaco. Devido à relevância do assunto e ao recente crescimento da pesquisa, esta revisão enfocou a tecnologia de produção de liofilizados orais, características de formulação e ganhos de terapia. Inclui Atributos Críticos de Qualidade (CQA) e Parâmetros Criticos de Processo (CPP) e discute exemplos comerciais e experimentais. Em suma, os produtos comerciais disponíveis promovem a liberação imediata de fármacos, principalmente com base em matrizes biopoliméricas e duas tecnologias de produção. Os ganhos terapêuticos incluem a substituição de tratamentos tradicionais, dependendo da administração parenteral e da preferência do paciente em relação às terapias clássicas. Os wafers experimentais apresentam vantagens promissoras como liberação controlada e estabilidade aumentada de fármaco. Todos os resultados compilados encorajam o desenvolvimento de novos wafers para várias doenças e moléculas farmacêuticas. (AU)