Busca avançada
Ano de início
Entree

Apoio social informal a crianças vítimas de violência: uma aproximação necessária do contexto brasileiro

Processo: 19/05475-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisador Visitante - Internacional
Vigência: 01 de agosto de 2020 - 15 de agosto de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Enfermagem - Enfermagem de Saúde Pública
Convênio/Acordo: CONFAP ; Newton Fund, com FAPESP como instituição parceira no Brasil ; UK Academies
Pesquisador responsável:Diene Monique Carlos
Beneficiário:Diene Monique Carlos
Pesquisador visitante: Alison Gregory
Inst. do pesquisador visitante: University of Bristol, Inglaterra
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Família  Violência contra o menor  Crianças e adolescentes 

Resumo

Crianças e adolescentes figuram entre as principais vítimas de violência. Apesar das discussões científicas para ampliar nossa compreensão sobre abuso e negligência de crianças e adolescentes, a literatura tem se concentrado principalmente naqueles que sofrem abuso, ao invés de considerar o contexto social mais amplo, incluindo perpetradores de violência, e outras pessoas que podem ser parte do quadro. Para preencher uma lacuna na nossa compreensão, é importante explorar o apoio informal (apoio fornecido por amigos, familiares, vizinhos, professores, etc.) para crianças e adolescentes que sofrem abuso e negligência, além de compreender os impactos sobre saúde e bem-estar, e as necessidades subsequentes de cuidados, sob a perspectiva desses apoiadores informais. Para obter um conhecimento aprofundado sobre o estudo desta área temática, a Dra. Diene M. Carlos está interessada em receberr a Dra. Alison Gregory, que vem realizando pesquisas com apoiadores informais desde 2010. Portanto, o objetivo desta proposta é aprimorar o conhecimento científico, alcançar novas perspectivas para o ensino e a formação de profissionais de saúde e estabelecer um diálogo e intercâmbio entre universidades e instituições britânicas e brasileiras, o que impulsionará o desenvolvimento do conhecimento sobre a violência contra crianças e adolescentes. O estabelecimento e consolidação da proposta de parceria com a Universidade de Bristol não apenas desenvolverá o perfil e a integração da UFSCar no cenário internacional, mas também abrirá novas possibilidades de intercâmbio para estudantes de graduação e pós-graduação. (AU)