Busca avançada
Ano de início
Entree

Indivíduo e sociedade no ciclo Meister, de J. W. Goethe

Processo: 19/14490-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Livros no Brasil
Vigência: 01 de outubro de 2019 - 30 de setembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Sociologia - Fundamentos da Sociologia
Pesquisador responsável:Ricardo Musse
Beneficiário:Ricardo Musse
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):História da sociologia  Teoria sociológica  Sociabilidade  Individualidade  Socialismo  Trabalho  Livros  Publicações de divulgação científica 

Resumo

O livro aborda os dois romances do ciclo Meister, de J. W. Goethe, Os anos de aprendizado de Wilhelm Meister [Wilhelm Meisters Lehrjahre] (1796) e Os anos de peregrinação de Wilhelm Meister ou os renunciantes [Meisters Wanderjahre oder die Entsagenden] (1829), de uma perspectiva que integra a sociologia da literatura (em que são enfocados os elementos sociais dentro e fora das obras, acentuadamente n'Os anos de peregrinação) e a crítica literária (quando aproxima os fatores sociais do papel de formadores da estrutura do romance, especialmente em n'Os anos de aprendizado), fornecendo matéria significativa para a história da sociologia e do socialismo. Concentrando-se nas questões sociais tratadas pelos romances, embora incorporando à análise seus aspectos formais, o livro discute, n'Os anos de aprendizado, a composição literária da individualidade e a ênfase no seu desdobramento por meio da atividade, suas possibilidades e seu desfecho num contexto de ascensão burguesa; e n'Os anos de peregrinação, último romance de Goethe, aborda a proposta, articulada na obra, de organização da sociedade segundo parâmetros de respeito às tendências individuais, atendendo ao mesmo tempo às exigências de utilidade e harmonia social, o que fez com que este romance fosse interpretado como de inspiração socialista. Em anexo, o livro traz a tradução inédita em português de artigos críticos de Friedrich Engels à interpretação socialista de Goethe realizada por Karl Grün. (AU)