Busca avançada
Ano de início
Entree

Monitoramento, análise e controle de instabilidade de tensão em sistemas elétricos de potência

Processo: 04/07567-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Temático
Vigência: 01 de janeiro de 2005 - 31 de dezembro de 2007
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Elétrica - Sistemas Elétricos de Potência
Pesquisador responsável:Carlos Alberto de Castro Junior
Beneficiário:Carlos Alberto de Castro Junior
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia Elétrica e de Computação (FEEC). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Pesquisadores principais:André Luiz Morelato França ; Ariovaldo Verandio Garcia ; Carlos Alberto Favarin Murari ; Fujio Sato ; Geraldo Roberto Martins da Costa ; Luiz Carlos Pereira da Silva
Bolsa(s) vinculada(s):06/02295-4 - Avaliação e controle da margem de carregamento em sistemas elétricos de potência, BP.DR
06/03810-0 - Análise do impacto da conexão de geradores de indução na estabilidade de tensão de sistemas de energia elétrica, BP.IC
05/54924-2 - Definicoes de indices de desempenho para alocacao otima de geracao distribuida em sistemas de distribuicao de energia eletrica. eletrica., BP.DR
+ mais bolsas vinculadas 05/50623-8 - Obtenção da margem mínima de estabilidade de tensão para sistemas elétricos de potência, BP.MS
05/50020-1 - Controle de tensão em redes de distribuição de energia elétrica com geração distribuída, BP.DR
04/05893-4 - Simulação e análise de mercado de curto prazo de geração distribuída em ambiente competitivo com incertezas, BP.PD
04/06725-8 - Metodos analiticos para determinacao do limite permissivel de penetracao de geracao distribuida em sistemas de energia eletrica., BP.PD
01/05938-0 - A nova geracao de sistemas de distribuicao de energia eletrica com equipamentos baseados em eletronica de potencia e geracao dispersa., BP.PD - menos bolsas vinculadas
Assunto(s):Eletrotécnica  Tempo-real 

Resumo

Este trabalho de pesquisa tem por objetivo buscar o desenvolvimento de metodologias avançadas para monitoramento, análise e controle de instabilidades de tensão para a operação em tempo real e o planejamento da operação de sistemas de potência. Essas metodologias devem ser eficientes do ponto de vista computacional e precisas o suficiente para fornecerem as informações relevantes ao operador/analista de rede com relação: (a) às condições de operação atuais da rede; (b) às condições futuras da rede em termos de evolução da carga; (c) às condições futuras da rede em termos da ocorrência de contingências; (d) a possíveis ações de controle preventivo e/ou corretivo a serem realizadas caso situações de operação insegura sejam detectadas. Deve-se lançar mão de ferramentas eficientes de análise de redes sob condições normais e sob contingências, técnicas de otimização, e técnicas de inteligência artificial e/ou computação evolutiva. (AU)