Busca avançada
Ano de início
Entree

Escala de desenvolvimento mental de Griffiths III para crianças de 25 a 72 meses: normatização para a população brasileira

Resumo

O desenvolvimento infantil deve ser avaliado criteriosamente sendo necessária a utilização de instrumentos de avaliação que englobem as diferentes áreas de desenvolvimento. O cenário brasileiro quanto a este aspecto é desanimador no tocante ao reduzido número de instrumentos padronizados e normatizados. Como instrumento de diagnóstico do desenvolvimento infantil a literatura aponta a Escala de Desenvolvimento Mental de Griffiths III, a qual foi adaptada transculturalmente para a realidade brasileira em sua totalidade e normatizada dos 0 aos 24 meses. O objetivo do trabalho é normatizar a Escala de Desenvolvimento Mental de Griffiths III para a população Brasileira de 25 a 72 meses. O projeto será submetido à apreciação do Comitê de Ética em Pesquisas com Seres Humanos. Participará porcentagem representativa de crianças brasileiras, definida após cálculo amostral, recrutadas em diferentes municípios do Estado de São Paulo. Os participantes de ambos os gêneros terão desenvolvimento típico, com idade variando entre 25 e 72 meses. Após assinatura do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido, os responsáveis responderão protocolo de anamnese. Será aplicado o Teste de Screening de Desenvolvimento Denver II, para certificar que o participante apresenta desenvolvimento típico e, posteriormente, a Escala de Desenvolvimento Mental de Griffiths III. A análise estatística seguirá os critérios da Escala original, obedecendo a orientações do estatístico da África do Sul, responsável pelas tabelas de normas da Griffiths III britânica. A Association for Reasearch in Infant and Child Developement, que detém os direitos autorais das Escalas Griffiths, autorizou a realização do estudo por meio da assinatura de contrato entre a pesquisadora, a associação e a editora das Escalas Griffiths. (AU)