Busca avançada
Ano de início
Entree

Modelagem dinâmica de alagados construídos de fluxo subsuperficial horizontal com aeração intermitente

Processo: 19/20793-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2019 - 30 de novembro de 2021
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Sanitária - Tratamentos de Águas de Abastecimento e Residuárias
Pesquisador responsável:Marcelo Loureiro Garcia
Beneficiário:Marcelo Loureiro Garcia
Instituição-sede: Instituto de Geociências e Ciências Exatas (IGCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Pesq. associados:João Gabriel Thomaz Queluz
Assunto(s):Esgotos sanitários  Sistemas alagados construídos  Aeração  Remoção de nutrientes  Matéria orgânica 

Resumo

Alagado construído (AC) é um sistema eficiente para o tratamento de águas residuárias domésticas. O uso de aeração intermitente em AC permite que a nitrificação e a denitrificação ocorram simultaneamente, aumentando a eficiência na remoção de nitrogênio total. Por se tratar de um sistema dinâmico, as características do efluente tratado variam intensamente. Modelos dinâmicos permitiriam a avaliação do comportamento deste sistema ao longo do tempo. Objetivo: Desenvolver e avaliar a eficiência de ACs aerados artificialmente, verificar o ajuste de modelos hidráulicos e desenvolver um modelo utilizando a metodologia da Dinâmica de Sistemas para avaliar e simular o comportamento dos componentes do AC e suas inter-relações específicas ao longo do tempo. Material e métodos: Serão avaliados cinco ACs de fluxo subsuperficial horizontal com diferentes intervalos de aeração (0, 3, 6, 12 e 24 h d-1). O comportamento dos ACs também será avaliado utilizando diferentes taxas de aplicação de oxigênio (0, 3, 6, 12 e 20 L min-1). Cada AC receberá uma vazão diária de 10 L de água residuária doméstica sintética, resultando em tempo de detenção de 4,5 dias. De cada leito serão avaliados os seguintes parâmetros: demanda bioquímica de oxigênio, demanda química de oxigênio, sólidos suspensos, turbidez, oxigênio dissolvido, potencial redox, pH, nitrogênio total, nitrato, nitrito, fósforo total, potássio, condutividade elétrica, temperatura e vazão. Os dados de demanda química de oxigênio e nitrogênio total coletados ao longo dos cinco alagados construídos serão comparados com as estimativas fornecidas por modelos hidráulicos utilizando-se o coeficiente de determinação (R2). Além disso, será desenvolvido um modelo dinâmico no software SIMILE que permita simular o comportamento de ACs aerados ao longo do tempo. (AU)