Busca avançada
Ano de início
Entree

Escola São Paulo de Ciência Avançada em Tripanossomatídeos Patogênicos: da biologia à patogênese e novas terapias

Processo: 19/17546-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Organização de Reunião Científica - Escola São Paulo de Ciência Avançada
Vigência: 07 de setembro de 2020 - 18 de setembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia - Protozoologia de Parasitos
Pesquisador responsável:Angela Kaysel Cruz
Beneficiário:Angela Kaysel Cruz
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Etiologia  Bioquímica  Trypanosoma cruzi 

Resumo

A ESPCA em tripanossomatídeos patogênicos tem como objetivo trazer para os estudantes uma ciência de fronteira ao apresentar e discutir a pesquisa básica e aplicada que vem sendo conduzida por grupos de pesquisadores do Brasil e Reino Unido, com destaque em suas subáreas de atuação. A investigação em curso com a qual os estudantes interagirão trata de forma interdisciplinar dos processos bioquímicos e moleculares e da organização genética desses parasitos empregando as abordagens mais modernas de análise de alta performance e larga escala, e domina um bom número de ferramentas de manipulação genética eficazes. Também será abordada a investigação de processos decorrentes da interação parasita-hospedeiro que traz contribuições de impacto para a compreensão da patogênese e de potenciais fatores chave para o sucesso desses patógenos. As abordagens de larga escala permitem investigar de forma global as modulações de virulência, de perfil patogênico ou resistência a drogas. Finalmente, a ESPCA em tripanossomatídeos patogênicos inclui um módulo importante dedicado ao desenvolvimento de novas drogas, no qual os estudantes serão expostos a especialistas em áreas de fronteira desde a biologia estrutural até a química medicinal. A Escola está planejada para ocorrer em duas semanas, a primeira delas na FMRP/USP e a segunda no IFSC/USP. O programa está dividido em 18 conferências plenárias; três minicursos; três sessões temáticas; três sessões de apresentação de artigos por grupos de estudantes e ainda sessões de apresentação individual dos estudantes na forma de flash talks, apresentação oral e em painéis. Nesse formato, pretende-se introduzir as temáticas centrais que comporão a escola em níveis básicos e avançados com diferentes dinâmicas e buscando a participação pró-ativa dos estudantes. (AU)