Busca avançada
Ano de início
Entree

Crises transatlânticas da democracia: abordagens culturais

Processo: 19/20682-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Organização de Reunião Científica
Vigência: 05 de dezembro de 2019 - 09 de dezembro de 2019
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Laura Patricia Zuntini de Izarra
Beneficiário:Laura Patricia Zuntini de Izarra
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Memória  Discursos  Narrativa  História  Democracia 

Resumo

O que tem acometido o mundo que torna regimes governamentais populistas e autoritários mais atraentes do que mecanismos democráticos? Crises da democracia não emergem fora de um contexto. Países que têm enfrentado severas crises institucionais e de seus sistemas políticos podem, na maior parte dos casos, encontrar suas raízes no passado, em acontecimentos e experiências coletivas. Assim, um olhar atento à história permite determinar condições, padrões, respostas e influências que contribuíram para o desenvolvimento destas crises. A fim de melhor aprofundar estas questões, o projeto Crises of Democracy do CHCI-Mellon Global Humanities Institute formado pela Universidade de São Paulo, Trinity College Dublin, Jawaharlal Nehru University, Zagreb University e Columbia University, partiu do conceito de Trauma Cultural desenvolvido pelo Centro de Sociologia Cultural da Yale University. Exemplos de traumas culturais que afetaram o tecido social oferecem material profícuo ao estudo das crises da democracia - perseguições étnico-raciais, violência e deslocamentos forçados, guerras e genocídios, colonialismo e descolonização; nacionalismo, etnocentrismo, terrorismo e fundamentalismo, revoluções, mudanças econômicas drásticas e colapso do mercado, catástrofes naturais, alterações demográficas, entre outros. O simpósio Transatlantic Crises of Democracies: Cultural Approaches reunirá pesquisadores das universidades participantes deste projeto, bem como especialistas de diferentes áreas das Humanidades. Este fórum interdisciplinar, voltado para as mais variadas manifestações das atuais crises da democracia na cultura, se propõe a uma perspectiva global, traçando comparações e distinções relevantes na análise de tais fenômenos em diferentes países. Deste modo, o encontro visa empreender amplas discussões, palestras, painéis e atividades externas (visitas a memoriais, comunidades e centros culturais na cidade de São Paulo). (AU)