Busca avançada
Ano de início
Entree

Biomarcadores e células-tronco tumorais no tratamento do câncer de cabeça e pescoço

Processo: 18/26166-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2019 - 30 de novembro de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Eny Maria Goloni Bertollo
Beneficiário:Eny Maria Goloni Bertollo
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (FAMERP). Secretaria de Desenvolvimento Econômico (São Paulo - Estado). São José do Rio Preto , SP, Brasil
Pesq. associados:Erika Cristina Pavarino ; José Victor Maniglia ; Rosa Sayoko Kawasaki Oyama
Assunto(s):Genética médica  Neoplasias de cabeça e pescoço  Técnicas de diagnóstico molecular  Diagnóstico precoce  Biomarcadores tumorais  Células-tronco neoplásicas  MicroRNAs  Expressão gênica  Expressão de proteínas  Separação celular 

Resumo

O câncer de cabeça e pescoço (CCP) é uma classe de tumores malignos que afetam as regiões da boca, laringe e nasofaringe. Esta heterogeneidade dos tumores de CCP tem dificultado o diagnóstico precoce e prognóstico da doença. A análise em nível molecular é hoje uma ferramenta poderosa indispensável no combate ao câncer. A identificação de biomarcadores pode definir alterações celulares e moleculares associadas a transformação maligna, podendo apresentar aplicações potenciais em oncologia, incluindo a avaliação de risco, rastreamento, diagnóstico diferencial, determinação do prognóstico, previsão de resposta ao tratamento e monitoramento da progressão da doença. Este projeto tem como objetivo geral a identificação de biomarcadores relacionados ao câncer, separação das células tronco tumorais (CTTs), avaliação de quimioterápicos em CTTs, expressão gênica e proteica e a avaliação de microRNAs (miRNA) no desenvolvimento da doença. Serão estudados tumores primários e linhagens de câncer de cabeça e pescoço e a metodologia a ser empregada inclui cultivo celular, citometria de fluxo, técnica de MTS, técnica de separação celular (cell sorting), técnicas de transfecção, extração de RNA e proteínas das amostras, técnicas de PCR em tempo real, ELISA, Western Blotting, além de identificar e validar ligantes com potencial utilização como novos inibidores de marcadores moleculares envolvidos no processo de transição epitélio-mesênquima. Os resultados serão avaliados por análise estatística em programas específicos. Os dados serão redigidos em artigos científicos e publicados em revistas de alto impacto na literatura, proporcionando inovação tecnológica e biomarcadores eficientes visando uma medicina individualizada, colaborando assim significativamente no prognóstico, diagnóstico e tratamento do câncer. (AU)