Busca avançada
Ano de início
Entree

Exigências de energia e eficiência de utilização de energia em caprinos leiteiros em crescimento de diferentes sexos

Resumo

O objetivo deste estudo foi investigar os efeitos do sexo nas exigências de energia para mantença e eficiência da utilização de energia em caprinos Saanen em crescimento. Um banco de dados de sete estudos de abate comparativo incluindo dados de 238 caprinos Saanen foi utilizado para fornecer informações para o desenvolvimento de equações de predição de exigências de energia para mantença e eficiência na utilização de energia. O delineamento experimental proporcionou diferentes níveis de ingestão de energia metabolizável (IEM) e peso de corpo vazio (PCV). Os dados foram analisados utilizado sexo (machos iinteiros, machos castrados e fêmeas; n = 98, 80 e 60, respectivamente) como efeito fixo, e os blocos aninhados a estudos e sexo como efeitos aleatórios. Para o desenvolvimento de equações lineares e não lineares, foram utilizados os procedimentos MIXED e NLMIXED no SAS. Equações de regressão não linear foram desenvolvidas para prever a produção de calor (PC, kcal / kg0,75 PCV; variável dependente) da IEM (kcal / kg0,75 PCV; variável independente). Usando a técnica de abate comparativo, a exigência de energia líquida para mantença (ELm) foi calculada como o valor de PC em que a IEM é igual a zero. Além disso, a ELm foi avaliada com base no grau de maturidade dos animais. A exigência de energia metabolizável para mantença (EMm) foi calculada como o valor na PC é igual a IEM. A eficiência da utilização de EM para manutenção (km) foi calculada como a razão entre ELm e EMm. A eficiência da utilização de energia para o crescimento (kg) foi assumida como a inclinação da regressão linear da energia retida (ER) no IEM acima do nível de mantença (intercepto de modelo igual a 0). As eficiências de ER como proteína (kp) e como gordura (kf) foram calculadas usando a regressão linear múltipla do MEI acima do nível de mantença (intercepto do modelo igual a 0) na ER como proteína e gordura, respectivamente. A ELm foi afetada pelo sexo do animal (75,0 ± 1,76 kcal/kg0,75 PCV para machos e 63,6 ± 2,89 kcal/kg0,75 PCV para fêmeas) e sexo não afetou km (0,63). Por outro lado, o sexo não afetou mais a EMm quando o grau de maturidade foi considerado em sua estimativa. O kg foi diferente entre os sexos (0,31 para machos castrados e fêmeas e 0,26 para machos inteiros), por outro lado, kp (0,21) e kf (0,80) foram semelhantes entre os sexos. Esses resultados podem ser úteis para melhorar a robustez das recomendações de exigências de energia para caprinos leiteiros. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)