Busca avançada
Ano de início
Entree

Expressão heteróloga e caracterização funcional de uma xilanase da família GH10 de Aspergillus fumigatus var. niveus com potencial aplicação biotecnológica

Resumo

As xilanases diminuem o conteúdo de xilana na biomassa pré-tratada, liberando-a da hemicelulose, melhorando assim a acessibilidade da celulose para celulases. Neste trabalho, uma endo-²-1,4-xilanase de Aspergillus fumigatus var. niveus (AFUMN-GH10) foi expresso com sucesso. A análise estrutural e a caracterização bioquímica mostraram que este AFUMN-GH10 não contém um módulo de ligação a carboidratos. A enzima manteve sua atividade em uma faixa de pH de 4,5 a 7,0, com uma temperatura ideal a 60 ° C. AFUMN-GH10 apresentou a maior atividade no xilano de madeira de faia. O modo de ação do AFUMN-GH10 foi investigado por hidrólise da xilohexaose marcada com APTS, que resultou na xilotriose e xilobiose como principais produtos. O AFUMN-GH10 liberou 27% de xilana residual do aquecedor de milho pré-tratado hidrotermicamente e 14% de xilano residual do bagaço de cana pré-tratado hidrotermicamente. Os resultados mostraram que o pré-tratamento ecológico seguido de hidrólise enzimática com AFUMN-GH10 em baixa concentração é um método adequado para remover parte da hemicelulose residual e recalcitrante da biomassa. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)