Busca avançada
Ano de início
Entree

O mosaico geográfico e sazonal em uma interação inseto planta: padrões de defesas e herbivoria por um herbívoro especialista e um não-especialista

Processo: 19/21728-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de fevereiro de 2020 - 31 de julho de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia
Pesquisador responsável:Rodrigo Cogni
Beneficiário:Rodrigo Cogni
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Animais herbívoros  Ecologia evolutiva  Coevolução  Lepidoptera 

Resumo

Para avaliar a teoria do mosaico geográfico de coevolução é essencial investigar variação geográfica no resultado de interações ecológicas e os traços funcionais que determinam esse resultado. Plantas são atacadas por herbívoros especialistas e não-especialistas e possuem defesas químicas e bióticas. Nós investigamos variação geográfica e sazonal na interação entre a planta Crotalaria pallida e seus dois principais herbívoros (o especialista Utetheisa ornatrix e o não-especialsta Etiella zinckenella). Nós primeiramente mostramos que as taxas de ataque pelos dois herbívoros e as defesas químicas e bióticas variam grandemente no espaço e no tempo. Segundo, nós realizamos um experimento de jardim-comum que revelou variação genética entre as populações em resistência à herbívoros e a defesa química. Terceiro, nós amostramos 20 populações uma escala geográfica muito maior e mostramos variação nas taxas de ataque pelos dois herbívoros e na defesa química. Finalmente, nós mostramos que a herbivoria não está correlacionada com a defesa química nas 20 populações. Nosso estudo mostra que para entender evolução de interações ecológicas é crucial investigar como o resultado da interação e os traços funcionais variam geograficamente e sazonalmente. (AU)