Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do impacto do vírus da febre amarela em primatas não humanos de duas unidades de conservação e potencial estabelecimento do ciclo enzoótico no estado de São Paulo

Processo: 19/20590-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa BIOTA - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2020 - 31 de janeiro de 2022
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biologia Geral
Convênio/Acordo: Secretaria do Meio Ambiente - Fundação Florestal
Pesquisador responsável:Adriano Pinter dos Santos
Beneficiário:Adriano Pinter dos Santos
Instituição-sede: Superintendência de Controle de Endemias (SUCEN). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Antônio Ralph Medeiros de Sousa ; Aracelis Piovezani Silva Santos ; Bruna Campos Paula ; Camila Vieira Molina ; Dilmar Alberto Gonçalves de Oliveira ; Guilherme Casoni da Rocha ; Juliana Telles de Deus ; Leila del Castillo Saad ; Luis Filipe Mucci ; Marcio Port Carvalho ; Marina Galvão Bueno ; Monicque Silva Pereira ; Patrícia Ferreira Monticelli ; Roberta Marcatti de Azevedo ; Roberto Fusco Costa ; Silvana Back Franco ; Thais Guimarães Luiz
Assunto(s):Entomologia  Febre amarela  Bugio  Alouatta  Mata Atlântica  Áreas de conservação  Interações hospedeiro-parasita 

Resumo

O projeto prevê a avaliação do impacto do vírus da Febre Amarela em populações de bugios em duas unidades de conservação do Estado de São Paulo. Assim, métodos de avaliação de densidade serão executados em diferentes áreas para avaliação das populações remanescentes. Amostras de sangue de animais serão coletadas, assim como mosquitos das áreas. O soro dos primatas serão submetidos a teste sorológicos para detecção de contato prévio com vírus da Febre Amarela para a construção de um modelo matemático para prever a circulação enzoótica da doença. (AU)